GOTECFOR – Tecnologia para a mobilização e aproveitamento de Biomassa Florestal na agroindustria

GOTECFOR – Tecnologia para a mobilização e aproveitamento de Biomassa Florestal na agroindustria

Objetivos

Aplicação e desenvolvimento de soluções de aproveitamento de biomassa florestal em resposta às necessidades de aquecimento de culturas protegidas, recorrendo a novos processos e equipamentos eficientes adaptadas ao contexto florestal português.

Ações

Protótipo de ferramenta informática para otimização da cadeia de abastecimento da BF às culturas protegidas
Modelo operativo para aproveitamento de biomassa testado e validado num caso real de média duração
Modelos organizativos para a mobilização da BF
Roadmap de inovação das máquinas e alfaias florestais para a indústria portuguesa

Resultados

Aumentar o uso da biomassa florestal, valorizando a floresta e aumentando a produtividade das atividades agroflorestais
Diminuir os custos de aquecimento associados às atividades das culturas protegidas
Promover a utilização de máquinas e equipamentos mais eficientes, seguros e adequadas à realidade portuguesa
Desenvolvimento de novas cadeias de valor, de baixo carbono e mais eficientes em termos da utilização dos recursos
Estimular a inovação e o desenvolvimento tecnológico para dar resposta às necessidades dos diversos agentes relacionados com o aproveitamento da biomassa florestal

Produtos

Poster apresentado na Agro Inovação 2018
Artigo “Inspirational ideas: Preventing forest fires in Portugal”

Instituição promotora
FORESTIS – Associação Florestal de Portugal

Parceiros

INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência 
INEGI – Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial
Floresta Jovem, Lda

Sérgio Domingos Azevedo Alves (FlorAlves)

Financiamento: € 39.414,64

Data de início e fim: junho 2017 – junho 2020

→ Consulte aqui o site do projeto GOTECFOR ←

Comente este artigo
Anterior “Há que conquistar mercados alternativos mas para isso precisamos de uma Interprofissional”
Próximo Infarmed já autorizou cinco empresas a cultivar canábis para fins medicinais

Artigos relacionados

Últimas

Oferta de emprego – Encarregado de Produção Agrícola – Engenheiro Agrónomo – Azambuja

A Soc. Agro-Pecuária do Vale D’Adega, S.A. que atua na Prestação de serviços conexos com as atividades agrícolas entre outros e nomeadamente na produção de tomate procura Encarregados […]

Nacional

Açores mantém nível de investimento público nas infra-estruturas agrícolas em 2020

O secretário Regional da Agricultura e Florestas dos Açores. afirmou hoje, 9 de Outubro, que o investimento público nas infra-estruturas agrícolas será […]

Sugeridas

Tendências para 2018 na distribuição de frutas e legumes apresentadas no arranque da Fruit Logistica, em Berlim

A principal feira de hortifruticultura do mundo – a Fruit Logistica – acaba de publicar o seu relatório de tendências para 2018. […]