O futuro do mercado das frutas e hortaliças – I CLBHort – 1 a 4 de Novembro – Lisboa

O futuro do mercado das frutas e hortaliças – I CLBHort – 1 a 4 de Novembro – Lisboa

As novas tendências para o mercado de frutas e hortaliças baseiam-se numa imagem de transparência: alimentos saudáveis, certificados com elevada rastreabilidade e garantia de qualidade e ainda com um elevado nível de conveniência.

O futuro passará por uma troca crescente de informações ao longo da cadeia produtiva, aproximando produtores e consumidores e, ao mesmo tempo promover a inovação quer ao nível do produto, da marca e da embalagem.

Que garantias de qualidade são mais valorizadas pelo consumidor?

Que inovações devem ser consideradas ao nível da embalagem e logística?

Como minimizar os desperdícios ao nível da cadeia de comercialização?

Comércio eletrónico: que desafios?

ModeradorMaria do Carmo Martins (COTHN – Centro Operativo e Técnológico Hortofrutícola Nacional)

  • Participante 1 Maria José Tropa – MARL
  • Participante 2- – Cláudia Domingues – InovCluster
  • Participante 3 – Paulo Madeira -Frusoal
  • Participante 4 –  A confirmar
Comente este artigo
Anterior CNA e COAG reúnem para debater as políticas Europeias Agrícolas e Alimentares
Próximo Vinho do Douro - Quinta de Cidrô Marquis branco 2014: Real Companhia Velha lança 1200 garrafas de homenagem

Artigos relacionados

Nacional

Ministra da Agricultura defende “novo modelo de desenvolvimento” para o setor

A ministra da Agricultura disse hoje, na Golegã, que quer, no seu mandato, “dar corpo a uma estratégia” que permita ao setor “avançar para um novo modelo de desenvolvimento” assente na sustentabilidade ambiental, […]

Nacional

Mais de 200 bombeiros e nove meios aéreos combatem fogo em Abrantes

Um incêndio está a consumir uma zona de floresta em Abrantes, no distrito de Santarém, avança a Autoridade Nacional de Proteção Civil. […]

Últimas

EUA anunciam aumento no imposto sobre aviões da Airbus

O fabricante europeu de aeronaves reagiu este sábado à decisão dos Estados Unidos de aumentar em 15% os impostos alfandegários sobre as aeronaves importadas da Europa e “lamenta profundamente” […]