Vinho do Douro – Quinta de Cidrô Marquis branco 2014: Real Companhia Velha lança 1200 garrafas de homenagem

Vinho do Douro – Quinta de Cidrô Marquis branco 2014: Real Companhia Velha lança 1200 garrafas de homenagem

Se antes do Verão, a Real Companhia Velha lançou cinco novas colheitas de vinhos com a chancela ‘Quinta de Cidrô’ – quatro brancos e um rosé – é, agora, tempo somar uma novidade à sua lista de vinhos especiais. O ‘Quinta de Cidrô Marquis branco 2014’ é um lote muito exclusivo de Sauvignon Blanc. São apenas 1200 garrafas, que primam por chegar ao mercado já com um atestado de qualidade: 18 pontos atribuídos pelo crítico de vinhos Luís Ramos Lopes, director da (nova) revista Grandes Escolhas.

Recorde-se que marca ‘Quinta de Cidrô Marquis’ foi inaugurada em 2015, com um tinto de 2012, que terá continuidade no futuro e, que ele próprio, veio dar seguimento ao ‘Quinta de Cidrô Celebration tinto 2010’, um vinho desenhado e lançado para celebrar os 20 anos (1993-2013) da viticultura moderna na Quinta de Cidrô, uma das cinco propriedades da Real Companhia Velha. A Quinta de Cidrô é, desde a década de 1990, um modelo de experimentação vitivinícola para toda a região do Douro, e local onde castas autóctones convivem amenamente com as internacionais.

Os ‘Quinta de Cidrô Marquis’ são vinhos de homenagem ao Marquês de Soveral – nascido, em 1851, na Quinta de Cidrô, em São João da Pesqueira, então propriedade da aristocrática família Soveral – e, em simultâneo, o testemunho da existência de um Douro moderno.

Elaborado a partir de uma cuidada selecção de uvas da casta Sauvignon Blanc, uma das variedades brancas predominantes nesta propriedade, o ‘Quinta de Cidrô Marquis branco 2014’ resulta num invulgar e inovador branco do Douro, com uma enorme frescura, intensidade e complexidade aromática que, tão eloquentemente, reflectem a excelência dos vinhos desta Quinta.

Um vinho que fermentou em cubas de inox com controlo de temperatura e cujo estágio foi feito em barricas de carvalho francês, por um período de 14 meses. Metade do lote passou por barricas novas de 550 litros, o que lhe conferiu a dimensão e untuosidade de um grande vinho branco do Douro. Na prova destacam-se aromas minerais e notas de pimento verde, toranja e espargos, com uma nuance de madeira. Na boca revela frescura e sabores frutados, com a vertente mineral muito presente, terminando com um final de prova longo e persistente, coroado por uma finíssima e equilibrada acidez.

Um branco para harmonizar com queijos fortes, como o Brie de Meaux ou o nosso queijo da Serra, peixes grelhados e arroz de marisco, pratos que sabem a Verão!

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Quinta de Cidrô Marquis Branco 2014 . Vinho Regional Duriense

PVP: €22,00  •  Garrafas: 1.200 •  Álc.: 13,0%  •  Acidez Total: 6,62g/l  •  pH: 3,14

Comente este artigo
Anterior O futuro do mercado das frutas e hortaliças - I CLBHort - 1 a 4 de Novembro – Lisboa
Próximo Seminário RuralBeja17 - Inovação na Rastreabilidade Agroalimentar - 6 de Outubro 2017 - Beja

Artigos relacionados

Comunicados

Suinicultura portuguesa poderá chegar aos 600 milhões de euros em 2017

A Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) realizou ontem à tarde, em Torres Vedras, uma conferência de imprensa, antecipando a segunda edição da Gala d’Porco que terá lugar na cidade no próximo dia 24 de novembro, […]

Comunicados

Fórum para o Futuro da Agricultura: o que esperamos da próxima geração de agricultores?

[Fonte: Syngenta]

O Fórum para o Futuro da Agricultura (FFA) é o principal evento onde Agricultura e Ambiente se encontram para um diálogo aberto, […]

Comunicados

CONFAGRI defende a valorização do segundo pilar da PAC e a possibilidade de novos compromissos Agroambientais para todas as medidas

CONFAGRI defende a valorização do segundo pilar da PAC e a possibilidade de novos compromissos Agroambientais para todas as medidas, incluindo para a «Produção Integrada» e o «Uso Eficiente […]