Frutalmente triplica produção de romãs

Frutalmente triplica produção de romãs

Organização de produtores do Ribatejo aposta na cultura da Romã com a marca Adoora

A Organização de Produtores Frutalmente vai triplicar a produção de romãs Adoora este ano, atingindo as 500 toneladas. Em 2018, o primeiro ano de arranque da produção, a Frutalmente colocou no mercado 200 toneladas deste fruto. Na campanha de 2019 regista-se, assim, um expressivo crescimento de 150%, tornando a Frutalmente num dos maiores produtores de romã do país.

Esta é uma cultura em expansão e uma aposta da Organização, que conta com 19 acionistas produtores localizados nas regiões do Ribatejo, Oeste e Alentejo. Atualmente são 7 os produtores de romã (3 em 2018). Em 2018, ano de arranque da produção deste fruto, a Organização já representava 7% da produção nacional, que atingiu as 2889 toneladas de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística.

A Frutalmente espera aumentos na produção também em 2020, graças à entrada em produção de pomares. A estimativa é aumentar o volume produzido em 50%. A época de produção a Romã é entre Setembro e Novembro. Este é um fruto nutricionalmente rico, com elevado teor de antioxidantes e muito apreciado pelos consumidores portugueses.

Comente este artigo
Anterior Recursos hídricos superficiais de Alqueva EDIA monitoriza 88 pontos
Próximo Florestas: só mudança de ministério ou também mudança de política? - Américo Carvalho Mendes

Artigos relacionados

Nacional

Curso “Modo de Produção Biológico – 5ª Ed.- Pós Laboral”

A AGROBIO – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica vai lançar uma nova edição do Curso “Modo de Produção Biológico”, em horário Pós-Laboral, […]

Últimas

Representantes da ADACO, da CNA, da AMAVIM, e da Comissão Inter-Concelhos na audiêcia da DRAPC

Comissão dos afetados pelos incêndios em 2017, vai reunir com DRAPC para saber respostas ao caderno de reclamações, entregue no dia 28 de Novembro
Até hoje, […]

Internacional

BIOFUELS AND AGRICULTURE

Posted on 09/08/2019

FICHE
BIOFUELS AND AGRICULTURE

Biofuels produced from EU feedstock (mostly from colza, […]