Frubis apresenta novos produtos

Frubis apresenta novos produtos

A marca portuguesa de fruta fresca e desidratada Frubis lançou novos produtos na gama Fresh Frubis, disponíveis em formatos pequenos ou familiares. Segundo a Frubis, a nova oferta, «a pensar no Verão e na conveniência», inclui “Abacaxi com raspas de lima”, “Três frutas com hortelã”, “Kiwi em pau de gelado” e “Mix de quatro frutas com hortelã”.

Em paralelo, a marca anuncia o regresso dos Fresh Frubis Grab&Eat, que constituem «combinações de fruta fresca com saboroso iogurte negro ou nozes nutritivas». Assim, aos já existentes “Morango e iogurte grego natural”, “Mix de fruta e nozes” e “Mix de fruta e iogurte grego natural”, junta-se agora o “Mix Piña colada com iogurte grego natural”.

A gama Fresh Frubis contava já com os produtos “Manga”, “Coco”, “Melancia”, “Romã”, “Uvas” e diversos mixs. Esta gama consiste em fruta fresca lavada, cortada e pronta a consumir, «em qualquer lugar e a qualquer hora», afirma um comunicado da marca.

A Frubis realça que, nas embalagens utilizadas em todos estes produtos, apostou em «materiais 100% recicláveis e criados a partir de plástico reciclado (incorporando um mínimo de 80% de plástico reciclado)». A marca Frubis é detida pela empresa Nuvifruits, pertencente ao Grupo Luís Vicente.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Anterior Paisagem da vinha do Pico em destaque na Feira Nacional de Agricultura
Próximo Continente vai comprar 550 toneladas de cereja a produtores portugueses

Artigos relacionados

Nacional

Dispositivo de combate a incêndios “está preparado com os meios máximos”, diz ministro

[Fonte: O Jornal Económico]

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou nesta quarta-feira, 4 de setembro, […]

Últimas

Crédito Agrícola renova patrocínio à Ovibeja

Agro-Negócio, Destaque Home

O Crédito Agrícola renova o patrocínio à […]

Nacional

Mau Tempo. Governo abre avisos de 11 milhões de euros para apoiar agricultores do Norte e Centro

A Ministra da Agricultura explica que estes apoios servem para cobrir os prejuízos provocados pelo mau tempo, para que a “atividade agrícola […]