Feira Nacional de Agricultura abriu portas: Rui Rio, Ministra da Agricultura, Ministro da Economia no 1º dia de feira

Feira Nacional de Agricultura abriu portas: Rui Rio, Ministra da Agricultura, Ministro da Economia no 1º dia de feira

A Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo, que tem como tema a água, abriu hoje portas e decorre até ao próximo domingo, 13 de junho, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém.

A cerimónia de inauguração contou com a presença do Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira e da Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

À margem da visita ao evento, a responsável da pasta da Agricultura afirmou que Portugal, que preside ao Concelho da União Europeia até final de junho, terá nos próximos 7 anos 9.400 milhões de euros para tornar a agricultura portuguesa mais competitiva, mas também mais eficiente nos seus recursos nomeadamente na “renovação de maquinaria, na utilização eficiente de água e na transição tecnológica e digital. Queremos garantir uma utilização de meios mais eficaz e disponibilizar o que é necessário de acordo com cada processo.”

Quanto à reforma da PAC, “Portugal vai tentar concluir as negociações ainda neste semestre”, concluiu.

O detentor da pasta de Economia, realçou o desempenho da agricultura portuguesa no último ano em tempos de pandemia e considerou o sector indispensável, nomeadamente pela forma como exporta para todo o mundo.

Para o responsável político, a realização da Feira Nacional de Agricultura é um exemplo na retoma da atividade económica, este ano também com uma plataforma digital, que permite multiplicar contactos e chegar a todo o país.

Conversas de Agricultura

O 1º dia de feira também ficou marcado por vários debates.

No Seminário “A Importância da Água na Agricultura” apresentou-se “O Uso da Água em Portugal”, estudo realizado pela Fundação Calouste Gulbenkian, a “Estratégia Nacional para o Regadio”, assim como o “Potencial de Desenvolvimento para um Regadio Eficiente”.

No debate dedicado aos Jovens Agricultores, destacaram-se temas como a “Comunicação do Sector Agrícola”, as “Energias Renováveis” e a sua “Eficiência e Sustentabilidade”.

Na “Sessão de Esclarecimento com a Autoridade para as Condições de Trabalho” alertou-se para a Prevenção da Covid 19 em Explorações Agrícolas e Formação Obrigatória para a condução de tratores.

“Inovação – Que desafios para o sector agroflorestal nacional” (Org. Centro de Competências), “Quadro Comunitário de Apoio – Recursos Genéticos Animais” (Org. Sprega), “Imunocastração em suínos” (Org. Empreende Vinhais) e o “Lançamento do Projeto NETA” (Org. Entogreen), foram outras matérias em debate.

Ao final da tarde, Rui Rio, Presidente do PSD, visitou o evento e tomou conta da realidade de várias empresas e instituições que expõem na FNA21.

Amanhã, dia feriado, os Concursos Pecuários estão na ordem do dia com realce para o 10º Concurso Nacional da Égua Afilhada da Raça Lusitana, o 27º Concurso Nacional Oficial das Coudelarias Portuguesas e o Open Horse Ball.

O Concurso Geral de Jovens Reprodutores Ovinos P3, Jovens Reprodutores Ile de France e as Provas Morfo-Funcionais de Aptidão Toureio complementam o programa.

Horários

9 a 12 junho
Nave A “Prazer de Provar”: 10h00 – 22h30
Nave B: 10h00 – 22h30
Nave C: 10h00 – 22h30
Zona Exterior / Maquinaria Agrícola: 10h00 – 21h00
Encerramento Feira: 10h00 – 24h00
A entrada no recinto é efetuada até às 21h30
13 junho
Todo o recinto:
 10h00 – 20h00
A entrada no recinto é efetuada até às 19h00
Os horários podem ser alterados por motivos imprevistos

Entradas
Bilhete Simples: 7,50 € (Permite um a única entrada)
Caderneta de 10 Bilhetes: 50,00 € (Cada bilhete permite uma única entrada. À venda até 8 junho)
Livre – Trânsito: 12,00 € (O Livre – Trânsito permite visitar a feira a qualquer horas e várias vezes por dia)
Todos os Dias: Entrada gratuita para crianças até aos 11 anos (inclusive)
Parque de Estacionamento Ar Livre: Gratuito
Parque de Estacionamento Coberto: 5,00 € dia
Bilhetes à venda em https://www.ticket.cnema.pt  e no local
Lotação limitada de acordo com as regras sanitárias em vigor. A realização do evento presencial decorre de acordo com as indicações da DGS

Comente este artigo
Anterior Movimento proTEJO apresenta ao Governo alternativas aos açudes e barragens no rio
Próximo Biodiversidade: metas vinculativas para proteger a vida selvagem e as pessoas

Artigos relacionados

Dossiers

Comemorações do Dia do Sobreiro e da Cortiça | 1 de Junho de 2021

Celebra-se hoje o Dia Nacional do Sobreiro e da Cortiça, considerado desde 2011 “Árvore Nacional de Portugal”. Estando próximo o início da […]

Notícias florestas

Apresentação pública do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais – 1 de julho – Évora

[Fonte: Rádio Campanário] Decorre na próxima segunda-feira, dia 1 de julho, às 11:30, no Colégio Luís António de Verney da Universidade de Évora, […]

Dossiers

ANPROMIS sublinha a importância da contratualização de Seguro de Colheitas para o Milho Grão e Silagem

As alterações climáticas são identificadas como uma das principais ameaças que o sector agrícola nacional enfrenta. […]