Feira Nacional da Agricultura aposta no vinho e abre com Marcelo

Feira Nacional da Agricultura aposta no vinho e abre com Marcelo

A “Vinha e o Vinho” são os temas centrais da 56ª. Feira Nacional de Agricultura (FNA), que abre na tarde deste sábado, no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA) de Santarém. Marcelo Rebelo de Sousa preside à cerimónia inaugural e, ao longo dos nove dias do maior certame da agricultura portuguesa, a organização espera ultrapassar os 202 mil visitantes registados na feira do ano passado.

Os responsáveis do CNEMA anunciam várias novidades para a FNA de 2019, desde logo com um alargamento na área de exposições, aproveitando a zona lateral à nave A. A presença da Comissão Europeia com um pavilhão próprio e a instalação, na entrada principal do CNEMA, de quatro talhões, representando as vinha do Douro e do Pico (Património da Humanidade), os sistemas de rega e cerca de uma centena de variedades de vinha, são outras das novidades do certame.

A escolha do tema desta edição da FNA pretende “realçar o dinamismo de um sector que tem grande importância económica” na agricultura portuguesa, um peso significativo nas exportações e uma “qualidade crescente, que tem permitido a conquista de prémios internacionais, sublinha Eduardo Oliveira e Sousa, presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal e do conselho de administração do CNEMA.

Já Luís Mira, secretário-geral da CAP e administrador do CNEMA, acrescenta que, a par da apresentação dos avanços tecnológicos e dos colóquios e seminários sobre esta temática, serão proporcionadas aos visitantes experiências que permitirão saber como escolher o copo certo, o prato mais indicado ou a temperatura para cada vinho, além de cursos de iniciação à prova de vinhos e provas temáticas de vinhos. Nas “Conversas de Agricultura” falar-se-á de enoturismo e turismo rural, de turismo e património nos territórios vínicolas e de instrumentos para acrescentar valor ao sector vitivínicola.  

“O Futuro dos Jovens Agricultores” (dia 12), o “Estatuto da Agricultura Familiar” (14) e “os Desafios para os Agricultores e para a Agricultura no Futuro”, também no dia 14, com a participação do comissário europeu Phil Hogan, são outros dos temas abordados nos colóquios e conferências da Feira Nacional da Agricultura.

A componente equestre será, como habitualmemnte, outro dos destaques, com realce para o novo espectáculo “O Cavalo na História”, que será apresentado no “Grande Ringue” do CNEMA nos dias 8 e 15 de Junho. Uma gala “especialmente preparada para esta edição da FNA”, que “retrata a evolução do cavalo ao longo os tempos na vida civil, no campo, na guerra e no toureio”.

Nesta edição 2019, a FNA deverá, também, ultrapassar os 750 expositores  do ano passado, com destaque para a área da maquinaria agrícola, para o Salão Prazer de Provar e para os mais de 500 animais em exposição. Paralelamente decorre a Feira Empresarial da Região de Santarém, com cerca de uma centena de empresas representadas. No campo da animação haverá concertos, entre outros, com José Cid, Capitão Fausto, Conan Osíris, Mariza e David Antunes.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Público.

Anterior Continente quer comprar 550 toneladas de cereja portuguesa
Próximo IPMA prevê aumento de temperatura sem grande dramatismo em Portugal este verão

Artigos relacionados

Nacional

Alunos de Mangualde e da Guarda venceram “Volta a Portugal em Fruta”, do Centro de Frutologia Compal

As turmas vencedoras da “Volta a Portugal em Fruta”, iniciativa do Centro de Frutologia Compal, foram a 3B da Escola Básica Ana de Castro Osório, […]

Nacional

Prazo de candidaturas a apoios para jovens agricultores a terminar

A Espaço Visual, consultora na área agrícola, alertou esta segunda-feira (21 de outubro) os jovens agricultores para a necessidade de preparar candidaturas para os apoios financeiros a projetos de investimento que terminam entre os dias 8 e 12 de novembro. […]

Últimas

CRISPR-edited wheat cuts immune response in ‘gluten-sensitive’ patients by 85%, new study shows

[Fonte: GLP] Approximately one person in 100 has celiac disease, which means for them eating gluten is risking diarrhea, […]