Famílias angolanas afetadas pela seca vão receber formação agrícola

Famílias angolanas afetadas pela seca vão receber formação agrícola

Cerca de 70 mil famílias de agricultores da província angolana de Cuando Cubango, afetadas pela seca, vão receber formação técnica para aprenderem a desenvolver uma agricultura sustentável. De acordo com o Jornal de Angola, a notícia foi avançada pelo secretário de Estado para a Ação Social, Lúcio do Amaral.

De acordo com o Governo angolano, este programa de formação arranca ainda este ano e estará a cargo do Ministério da Ação Social, Família e Promoção da Mulher, em parceria com os ministérios da Agricultura e Pescas, com a criação de escolas de campo.

Para além disso, as populações das regiões afetadas pela seca vão beneficiar de ajuda alimentar e de apoios agrícolas. A vice-governadora do Cuando Cubango para o setor Económico, Político e Social, Sara Luísa Mateus, já revelou também que nesta província angolana os administradores municipais irão distribuir terras para a agricultura, sem avançar, no entanto, quantos hectares.

“Temos de fazer alguma coisa, não podemos viver só de ajuda de bens alimentares. O Governo do Cuando Cubango vai continuar a procurar zonas baixas ao longo dos rios para que possam ser entregues às famílias de agricultores para o desenvolvimento de uma agricultura sustentável”, defendeu.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior CDS pede “medidas excecionais” de apoio aos agricultores afetados pela seca
Próximo Navigator investe em Espanha para ‘fugir’ às restrições ao eucalipto em Portugal

Artigos relacionados

Dossiers

Projeto SolAqua: Irrigação com zero emissões e a baixo custo

A Cátedra Energias Renováveis da Universidade de Évora (CER-UÉ) é a única entidade portuguesa a integrar o consórcio do projeto SolAqua – […]

Últimas

Incêndios: Proteção Civil lança aviso à população devido a temperaturas elevadas

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) emitiu hoje um aviso à população para o perigo de incêndio rural nas próximas 72 […]

Nacional

À procura de flores no terreno e na memória: Paisagem da região Centro não deixa esquecer incêndios de outubro de 2017

A paisagem de vários concelhos do interior da região Centro não deixa esquecer a tragédia dos incêndios de outubro de 2017, […]