Eucalipto ganha terreno ao pinheiro-bravo e ao sobreiro

Eucalipto ganha terreno ao pinheiro-bravo e ao sobreiro

O eucaliptal já ocupa mais de um quarto da floresta nacional. Pinheiro-bravo perdeu 10,5% da área em dez anos. São dados do Inventário Florestal Nacional de 2015, um retrato do país que não reflecte o impacto dos incêndios de 2017, sobretudo nas áreas de pinho, onde a redução pode ser ainda maior.

Há uma década, o eucalipto tornou-se a principal espécie na floresta portuguesa. Agora, os dados de 2015 (ainda provisórios), recolhidos no âmbito do novo Inventário Florestal Nacional (IFN), e fornecidos ao PÚBLICO pelo Ministério da Agricultura, mostram que está a consolidar a sua posição — já ocupa mais de um quarto do território. Enquanto isso acontece, o pinheiro-bravo e o sobreiro, as outras duas principais espécies em Portugal, perdem terreno.

Continue a ler este artigo no Público.

Comente este artigo
Anterior Associações criticam abate de árvores em Aveiro
Próximo Há dois anos, 10% da floresta ardeu. Só 35 mil hectares foram rearborizados

Artigos relacionados

Cotações PT

Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 28 Outubro a 3 Novembro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Azeitona de mesa
Foi dada por encerrada a campanha 2019-2020 de comercialização na área de mercado Algarve, […]

Nacional

4º Congresso Mundial de Bioestimulantes – 18 a 21 de novembro – Barcelona

A quarta edição do Congresso Mundial de Bioestimulantes será realizada de 18 a 21 de novembro de 2019 no Fairmont Rey Juan Carlos I – Palau de Congresos da Catalunha, […]

Últimas

Live: Fertilização do olival tradicional

A importância do estado nutricional das plantas na produtividade e regularidade das produções é hoje amplamente reconhecida. Um plano de fertilização para uma cultura deve […]