Encontro de Cooperativas Olivícolas – 12 de Janeiro 2018 – Macedo de Cavaleiros

Encontro de Cooperativas Olivícolas – 12 de Janeiro 2018 – Macedo de Cavaleiros

A Fenazeites – Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Olivicultores, associada da CONFAGRI, realiza no próximo dia 12 de Janeiro, um encontro com as Cooperativas Olivícolas em Trás-os-Montes para discutir o futuro da PAC pós 2020 e suas implicações num setor que gera cerca de 30 milhões de euros/ano para a economia portuguesa.

O Encontro, que conta com o apoio da Cooperativa Agrícola de Macedo de Cavaleiros, terá lugar pelas 10h00, no Centro Cultura de Macedo de Cavaleiros, sito na Rua Eng. Moura Pegado e tem como objetivo identificar alguns dos problemas mais urgentes do setor olivícola e fazer um levantamento de propostas a apresentar ao Governo.

Azeite de Trás-os-Montes DOP, um património a preservar

O azeite de Trás-os-Montes é um produto de origem portuguesa com Denominação de Origem Protegida (DOP) pela União Europeia desde 1996.

Representando 35% da produção nacional, o azeite de Trás-os-Montes tem um peso económico bastante significativo na região. A qualidade destes azeites é mundialmente reconhecida, as suas características fazem dele um produto único, e os inúmeros prémios conquistados têm aumentado o seu prestígio, sobretudo no mercado internacional. Este produto pode contribuir para aumentar as exportações do país, desde que se consiga manter a dinâmica no setor e o empenho dos produtores.

Programa do Encontro

O debate contará com a presença de vários profissionais relevantes para este setor e, em particular, neste tema: o Presidente da Cooperativa Agrícola de Macedo de Cavaleiros, Sr. Luís Rodrigues; o Secretário-Geral da CONFAGRI, Engº Francisco Silva; a Secretária-Geral da Fenazeites, Engª Patrícia Falcão Duarte; a Sub-Diretora Geral da DGAV, Engª Paula Cruz de Carvalho; o Inspetor-chefe da ASAE, Dr. António Carlos Paulo Lima; o Prof. Dr. Arlindo Cunha, da Universidade Católica do Porto e ex-ministro da Agricultura e a Jurista Ana Rosado da Fonseca. A sessão de encerramento será da responsabilidade o Presidente da Fenazeites, Sr. Aníbal Martins.

Comente este artigo
Anterior Seguro Vitícola de Colheitas - Campanha 2018
Próximo Programa visa promover a agricultura biológica sustentável em meio urbano e apoiar a economia doméstica de famílias carenciadas

Artigos relacionados

Nacional

Seca causa prejuízos no Campo Branco

[Fonte: Correio do Alentejo] Sem perspectivas de chuva no horizonte e com um quadro de seca cada vez mais acentuado na região, os agricultores do Campo Branco já começaram a recorrer às reservas de feno, palha ou cereais que tinham para o Inverno para alimentar, […]

Últimas

Capoulas apela a pastores: não façam queimadas extensivas. Plano de apoio em curso

[Fonte: Agricultura e Mar]
O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, fez hoje, 2 de Setembro,um apelo aos pastores para que cumpram as regras e não façam queimadas.
“Tendo em conta que as previsões meteorológicas apontam para uma situação de agravamento do risco incêndio nos próximos dias e que a realização de queimadas é […]

Últimas

Granizo destrói culturas em Mogadouro. “Até metia medo, pareciam bolas de pingue-pongue”

[Fonte: Rádio Renascença]
Granizo causou grandes prejuízos na agricultura. Ministério da Agricultura está a avaliar estragos.

Uma forte trovoada acompanhada de chuva e granizo provocou estragos em vários pontos do concelho de Mogadouro, distrito de Bragança.

O presidente da junta de freguesia de Tó, […]