Destruídos 41 mil ninhos  de vespa-asiática  em cinco  anos

Destruídos 41 mil ninhos de vespa-asiática em cinco anos

Entre janeiro de 2015 e o início de janeiro foram destruídos 41598 ninhos de vespa-velutina – conhecida como vespa-asiática -, e confirmados 1558 avistamentos do inseto no país.

Os dados foram avançados ao JN pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) que esteve envolvido, há cinco anos, na criação do primeiro plano de ação para controlo da vespa e gere a plataforma eletrónica SOS Vespa, onde os cidadãos podem denunciar as ocorrências.

A praga chegou a Portugal em 2011, pelo Alto Minho, mas, segundo o ICNF, já se disseminou por quase todo o território, tendo maior expressão no litoral Norte. Atualmente, só os distritos de Beja, Évora e Faro escapam a esta predadora de abelhas, que regista em Portugal uma progressão média anual de cerca de 50 quilómetros, “em contraste com os cerca de 100 km/ano verificados em França, país onde esta espécie exótica invasora fez a sua entrada na Europa, em 2004”, esclarece o ICNF.

Continue a ler este artigo no Jornal de Notícias.

Comente este artigo
Anterior Conselho Regional da Agricultura realiza-se a 13 e 14 de fevereiro, em São Jorge
Próximo «Não é com mais barragens» que se resolve falta de água, mas também pode ser

Artigos relacionados

Dossiers

SIMA 2018 espera elevado crescimento do setor da robótica – Suplemento Agrovida

Falamos de indústria 4.0, de robôts e de digitalização de processos e, afinal, como está a agricultura, em Portugal, na Europa e no mundo, […]

Últimas

Agrodiversidade, Fertilização e Compostagem – 6 a 13 de outubro – Madeira

A Associação da Costa Oeste, em colaboração com a Universidade da Madeira através do ISOPlexis – Centro em Agricultura Sustentável e Tecnologia Alimentar, organizam o Seminário […]

UE - Organizações

TRADE WARS AND SUPPORT TO FARMERS – TWO DIFFERENT TALES ACCROS THE ATLANTIC

We have written before on the issue, underlining the difference of treatment between farmers in the US and the EU. In the US farmers were twice compensated for the losses that accrue from the trade war with China. […]