Crédito Agrícola com resultado positivo de 112,5 milhões de euros em 2018

Crédito Agrícola com resultado positivo de 112,5 milhões de euros em 2018

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

A actividade consolidada do Grupo Crédito Agrícola gerou em 2018 um resultado líquido positivo (não auditado) de 112,5 milhões de euros, equivalente a uma rentabilidade dos fundos próprios (ROE) de 7,42%, lê-se num comunicado enviado às redacções.

O produto bancário recorrente do Grupo aumentou 37,3 milhões de euros (+8,3%) passando de 448,9 milhões de euros em 2017, para 486,2 milhões de euros em 2018, tendo os resultados de operações financeiras diminuído 78,3% de 113,3 milhões de euros para 24,6 milhões de euros.

A carteira de crédito (bruto) a clientes ascendeu a cerca de 10 mil milhões de euros, um crescimento de 5,6%, face a 2017, em contraciclo com o sistema bancário (-1,6%). «Este aumento é fruto da notável dinâmica comercial do Grupo Crédito Agrícola e demonstra a confiança que o Grupo tem vindo a merecer por parte da sua crescente base de clientes».

É de realçar o segmento de empresas, com um aumento de 8,8% do crédito bruto de 5,4 mil milhões de euros para 5,9 mil milhões de euros, o que resultou num reforço da quota de mercado para 8,4% neste segmento (+0,1 p.p. face a 2017) reflectindo o esforço que o Grupo tem vindo a empreender com vista ao reforço de relacionamento com este segmento, tão relevante para a economia portuguesa.

O crédito concedido ao sector agrícola e ao sector social, estratégicos para o Crédito Agrícola, aumentou respectivamente 14,2% e 1,3%, resultando numa quota de mercado de 35,2% e 14,6%, reforçando o posicionamento do Grupo Crédito Agrícola enquanto agente chave na dinamização da economia social e das regiões em que está presente.

Os recursos totais de clientes aumentaram em 1.011 milhões de euros, um crescimento de 6,8% face a 2017, com os depósitos de clientes a aumentarem de 12,6 mil milhões de euros para 13,9 mil milhões de euros (+10,4% face a 2017), o que compara com o aumento de 4,8% no mercado bancário nacional, evidenciando a confiança dos portugueses na solidez do Grupo Crédito Agrícola.

Comente este artigo

O artigo Crédito Agrícola com resultado positivo de 112,5 milhões de euros em 2018 foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Anterior Em defesa da sustentabilidade ambiental na agricultura
Próximo Importe definitivo de las ayudas acopladas al ovino y caprino 2018

Artigos relacionados

Últimas

GEOTA interpõe acção popular em tribunal para travar barragem de Fridão

[Fonte: Público]

A associação de defesa do ambiente GEOTA anunciou nesta terça-feira que entregou no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa uma acção popular subscrita por 403 pessoas contra a construção da barragem de Fridão.
A organização esclareceu, em comunicado, que a acção popular foi subscrita por habitantes, […]

Últimas

Americano que previu tragédia arrasa combate aos incêndios

Autor de relatório sobre fogos em Portugal acusa os bombeiros de não saberem apagar fogos ou fazer rescaldo em condições.

O especialista americano que em 2009 previu que Portugal poderia vir a ter fogos de grandes dimensões, como os que queimaram mais de 500 mil hectares de floresta no ano passado, voltou esta sexta-feira a Lisboa para um novo diagnóstico […]

Últimas

Abertura dos mercados: Bolsas fazem pausa nos ganhos e petróleo afasta-se dos 70 dólares

[Fonte: Jornal de Negócios]

Mercados em númerosPSI-20 desvaloriza 0,43% para 5.315,30 pontosStoxx600 cede 0,29% para 387,80 pontosNikkei subiu 0,05% para os 21.724,95 pontos Juros da dívida portuguesa a dez anos descem 0,3 pontos base para 1,258%Euro avança 0,1% para 1,1243 dólaresPetróleo sobe 0,59% para os 69,78 dólares por barril, […]