Cotações – Suínos – 18 a 24 de outubro de 2021

Cotações – Suínos – 18 a 24 de outubro de 2021

As cotações médias, de porco classe E, 57 %, e de porco classe S,> 60 %, à entrada no matadouro, desceram 0,04 e 0,05 €/kg Peso Carcaça. A cotação média, de leitão, 19 a 12 kg, à saída da produção, desceu 0,04 €/kg Peso Vivo.

Região Entre Douro e Minho

Na área de mercado Entre Douro e Minho Regional a oferta e a procura foram médias e sem dificuldade de escoamento.

Relativamente ao porco classe E, 57% as cotações, mínima e máxima, à entrada no matadouro, desceram 0,03 €/kg Peso Carcaça e a cotação mais frequente, à entrada no matadouro, desceu, 0,04 €/kg Peso Carcaça.
As cotações, mínima e mais frequente, de porco, classe S, > 60 %, à entrada no matadouro, desceram 0,03 €/kg Peso Carcaça, mas, a cotação máxima, desceu 0,06 €/kg Peso Carcaça.

Com exceção das referidas houve manutenção de cotações.

Região Beira Litoral

Na área de mercado Beira Litoral , relativamente aos suínos de classes E, 57 %, e S > 60 %,.a oferta foi média e a procura foi baixa.l

As cotações, mínima, máxima e mais frequente, de porcos, classe E e classe S, à entrada no matadouro, desceram, 0,05, 0,03 e 0,08 €/kg Peso Carcaça, respetivamente.

Com exceção das referidas houve manutenção de cotações na região.

Região Beira Interior

Na área de mercado Beira Interior a procura foi baixa e a oferta foi média.

As cotações que se alteraram seguiram a tendência de descida das Bolsas, Lérida e Montijo.

As cotações, mínima, máxima e mais frequente, de porcos, classe E e classe S, à entrada no matadouro, desceram, 0,05, 0,03 e 0,08 €/kg Peso Carcaça, respetivamente.

Houve manutenção de todas as outras cotações na região.

Região Ribatejo e Oeste

Na área de mercado Ribatejo e Oeste, a oferta foi média e a procura foi baixa.

As cotações, mínima e mais frequente, de porco, classe E, 57 %, à entrada no matadouro, diminuíram 0,04 €/kg Peso Carcaça, mas, a cotação mínima desceu 0,06 €/kg Peso Carcaça. As cotações, mínima, máxima e mais frequente, de porco classe S, > 60 %, à entrada no matadouro, desceram, 0,05, 0,06 e 0,04 €/kg Peso Carcaça, respetivamente.
A cotação, mínima, de leitão, < 12 kg, à saída da produção, diminuiu 0,08 €/kg Peso Vivo.

Na região as restantes cotações não se alteraram.

Região Alentejo

Na área de mercado Alentejo a procura foi média/baixa e a oferta foi muito alta. Nesta área de mercado, as cotações, mínima, máxima e mais frequente, de porco classe E, 57 % e de porco classe S, > 60 %, à entrada no matadouro, desceram, 0,07, 0,10 e 0,08 €/kg Peso Carcaça, respetivamente. Também, as cotações, máxima e mais frequente, de leitão, 19 a 25 kg, à saída da produção, diminuíram, 0,10 e 0,04 €/kg Peso Vivo.

Nas áreas de mercado, Alto Alentejo e Baixo Alentejo, a oferta foi média e a procura foi média/baixa

Na área de mercado Alto Alentejo, as cotações, mínima, máxima e mais frequente, de Alfeiro, 50 a 80 kg, aumentaram 0,05 €/kg P. Vivo. Também, as cotações, mínima e mais frequente, Farroupo, 25 a 50 kg, aumentaram, 0,10 e 0,05 €/kg P. Vivo, respetivamente. A cotação mais frequente de porca Raça Alentejana, reprodutora, diminuiu 10,00 €/Unidade.

Exceto as referidas as restantes cotações não se alteraram.

→ Aceda aqui às cotações ←

Cotações – Suínos – 11 a 17 de outubro de 2021

Comente este artigo
Anterior Alentejo: Direção Regional de Agricultura deverá encaixar 88 m€ com a venda de 470 t de azeitona
Próximo Açores: Serviço Florestal do Nordeste inicia repavimentação de caminhos rurais e florestais

Artigos relacionados

Últimas

Estudo da OCDE analisa desempenho da produtividade e sustentabilidade de explorações em 13 países

O Estudo da OCDE “Drivers of farm performance – Empirical country case studies”disponibiliza uma análise empírica do desempenho da […]

Candidaturas e pagamentos

PDR2020: Construção de Charcas – Investimento na Exploração Agrícola

Operação 3.2.1 – Investimento na Exploração Agrícola | Construção de Charcas (25º Anúncio) […]

Últimas

Incêndios. Área ardida em 2021 foi a segunda menor da década

Este ano registaram-se até 15 de outubro 7.610 incêndios rurais, o menor número no mesmo intervalo de tempo desde 2011 e uma redução de 54% face à média anual da década (16.644) […]