Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 21 a 27 Janeiro 2019

[Fonte: Agricultura e Mar - Cotações]

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Aves

Deu-se um ligeiro acréscimo da cotação média nacional do frango vivo (de 1,8 Kg), +3 cêntimos / Kg. O frango abatido (65% – de 1100 a 1300 g) e o peru, vivo (de 14 a 15 Kg) e abatido (80% – de 5,7 a 9,8 Kg), mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Região Centro

Na região Centro a oferta de frango foi abundante e a procura relativamente animada nas duas áreas de mercado, Dão-Lafões e Litoral Centro. A oferta de frango das classes de peso mais elevadas diminuiu um pouco; alguma falta de frango das classes de peso intermédias.

A procura e o consumo melhoraram bastante no início da semana, tendo diminuído no final da mesma. Subida de cotações do frango vivo (+5 cêntimos / Kg) e do frango abatido das classes de peso de 900-1100 g (+5 cêntimos / Kg) e de >1300 g (+30 cêntimos / Kg) em Dão-Lafões.

Nesta área de mercado a procura de frango do campo está inferior ao esperado, tendo-se registado uma redução de cotações, -10 cêntimos / Kg. No que se refere às galinhas vivas, deu-se uma subida das semi-pesadas nas duas áreas, +5 cêntimos / Kg.

Ribatejo e Oeste

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta foi média e a procura relativamente animada. Estabilidade de cotações do frango e do peru, vivos e abatidos e também das galinhas vivas, pesadas e semi-pesadas.

Ovos

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos ovos classificados e embalados em ovotermo das classes de peso M e L, apresentaram um ligeiro decréscimo em relação à semana anterior, -3 cêntimos / dúzia. O ovo na produção (ovo a peso de 60-68 g) manteve-se estável.

Na região Centro a oferta e a procura de ovo foram médias nas duas áreas de mercado, Dão-Lafões e Litoral Centro. A relação oferta-procura apresenta-se relativamente equilibrada.

Litoral Centro

No Litoral Centro a oferta de ovos classificados da classe M continua excedentária. No que se refere às cotações, no Litoral Centro registou-se um decréscimo generalizado dos ovos classificados, em cartão e ovotermo, de todas as classes de peso, -5 cêntimos / dúzia.

Ribatejo e Oeste

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta de ovo foi relativamente abundante e a procura média, tendo a primeira aumentado em relação à semana anterior. Redução generalizada das cotações dos ovos classificados e embalados de todas as classes de peso, -5 cêntimos / dúzia.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 21 a 27 Janeiro 2019 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações.

Anterior Crédito Agrícola: Banco com pronúncia local é a escolha nacional
Próximo Mercadona assina acordo com o Banco Alimentar do Porto

Artigos relacionados

Notícias PAC pós 2020

Debate sobre las ayudas de la PAC: Deben o no ser una subvención directa sobre el cultivo

[Fonte: Agroinformacion – PAC]
Un informe sobre el posicionamiento del Institut Agrari Català de Sant Isidre sobre la nueva PAC y los criterios que defiende el Institut en su aplicación ha abierto el debate sobre si estas ayudas deben o no ser una subvención directa sobre un cultivo y las consecuencias que ello conlleva. […]

Cotações ES

El precio de la mandarina alcanza su nivel más bajo en Valencia

[Fonte: Agropopular – Cotações]

Semana sin cambios en las cotizaciones tanto en mandarina como naranja, ya que según la Lonja de Valencia esta semana ha aumentado el ritmo de recolección pero las compras han seguido pausadas.
Por lo que en cuanto a los precios, […]

Dossiers

Los limones se pagan a menos de la mitad que hace un año

[Fonte: Agropopular – Cotações]

Esta semana en Alicante, el limón Verna repite entre 35 y 40 céntimos de euro por kilo, según la consejeria de Agricultura de la Comunidad Valenciana.
La oferta de limón tiende al alza mientras que los precios han caído significativamente en comparacón con el año pasado y es que pese a esta repetición los precios se sitúan un 56% por debajo del año pasado, […]