Mercadona assina acordo com o Banco Alimentar do Porto

Mercadona assina acordo com o Banco Alimentar do Porto

[Fonte: Mercadona]

– Este acordo insere-se na política de Responsabilidade Social e permite à Mercadona, em conjunto com o Banco Alimentar Contra a Fome do Porto, apoiar cerca de 300 instituições de forma regular e 50 de forma esporádica do distrito do Porto.

– Todas as lojas que a empresa venha a abrir no distrito do Porto estarão abrangidas por este acordo.

Porto, 28 de janeiro de 2019.- A Mercadona e o Banco Alimentar Contra a Fome do Porto assinaram hoje um protocolo de colaboração para oficializar a sua relação. Esta colaboração permite que o Banco Alimentar do Porto continue a apoiar as cerca de 350 instituições – 300 de forma regular e 50 de forma esporádica – às quais distribui produtos alimentares no distrito do Porto.

Com o avanço do projeto em Portugal, a empresa pretende dar continuidade às suas políticas de ação social sustentável e combate ao desperdício alimentar, que tem vindo a desenvolver, integradas na estratégia de Responsabilidade Social Empresarial da Mercadona. O projeto Mercadona tem como base o propósito de causar um impacto positivo na Sociedade e acredita que, em cooperação com instituições localizadas nas zonas de envolvência das lojas, consegue desenvolver uma relação de proximidade e entreajuda. Desta mesma forma, a Mercadona pretende também colaborar em todas as grandes recolhas alimentares organizadas pelo Banco Alimentar Contra a Fome.

Deste modo, a empresa compromete-se a colaborar com esta Instituição para aproveitar parte dos produtos que são vendidos nas suas lojas e, graças ao Banco Alimentar, fazê-los chegar às famílias mais carenciadas do distrito do Porto.

Segundo António Cândido Silva, Presidente do Banco Alimentar do Porto, este protocolo possibilita que graças “à generosidade da Mercadona se enriqueça o cabaz distribuído pelas famílias mais carenciadas do Porto”.

Beatriz Queiroz, Diretora Regional de Relações Externas da Mercadona, destaca que “este acordo marca o início do projeto de ação social, dentro da política de Responsabilidade Social da Mercadona, no distrito do Porto. O esforço e empenho do Banco Alimentar do Porto, numa lógica de transparência e verdade, dá-nos segurança de que esta Instituição é a escolha acertada no que diz respeito à gestão dos alimentos doados”.

Comente este artigo
Anterior Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 21 a 27 Janeiro 2019
Próximo Aberto o Concurso Europeu de Inovação Rural - Projeto Horizonte 2020 LIAISON

Artigos relacionados

Comunicados

Região de Trás-os-Montes e Alto Douro sem apoios ao investimento na floresta

As organizações de proprietários florestais e um conjunto de outras entidades do sector florestal da região de Trás-os-Montes e Alto Douro reuniram-se em Murça para apreciarem a situação criada pela decisão do PDR 2020 relativa à operação 8.1.5 – Melhoria da Resiliência e do Valor Ambiental das Florestas. […]

Comunicados

‘Brexit’, PAC, Portugal ou… um novo Alqueva – Editorial Teresa Silveira+Suplemento Agrovida

O Reino Unido ainda não abandonou a União Europeia (UE), mas os efeitos práticos negativos desse adeus ao projeto europeu já começam a bater-nos à porta. O inesperado resultado do referendo realizado a 23 de Junho de 2016 – 51,9% votos a favor do ‘Brexit’ contra 48,1% a favor da permanência na UE – já começa a fazer mossa em Portugal. […]

Dossiers

Precios estancados en los corderos por la falta de demanda

[Fonte: Agropopular – Cotações]

Nueva repetición en los precios de los corderos, en un mercado donde las ventas continúan sin aparecer, según la Lonja del Ebro. Los cebaderos acumulan animales grandes ante la falta de demanda, tanto por parte de un consumo interno muy parado, […]