Cooperativas agrícolas aderem em força ao Código das Boas Práticas na Cadeia Agroalimentar

Cooperativas agrícolas aderem em força ao Código das Boas Práticas na Cadeia Agroalimentar

[Fonte: Confagri] 18 Cooperativas agrícolas, a que se juntam a LACTOGAL e a PECNORDESTE, entre outros agentes do setor, subscrevem, o Código das Boas Práticas na Cadeia Agroalimentar, numa cerimónia que terá lugar amanhã, dia 2 de Julho, pelas 9h30, no Salão Nobre do Ministério da Economia, na Rua da Horta Seca, em Lisboa, na presença dos Srs. Ministros Adjunto e da Economia, Dr. Pedro Siza Vieira, e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Dr. Luís Capoulas Santos.

Para Francisco Silva, Secretário-Geral da CONFAGRI, “o Código de Boas Práticas tem muitos pontos positivos a assinalar, esperando-se que venha a funcionar como um instrumento para mudar mentalidades e incutir bons hábitos, promovendo melhores relacionamentos comerciais, maior transparência, maior cooperação, mais respeito e equilíbrio, com vantagens para todos os agentes económicos. “

A CONFAGRI, enquanto representante do setor Cooperativo Agrícola em Portugal, congratula-se verdadeiramente por este compromisso e pelas Cooperativas Agrícolas aderirem ao projeto de forma tão significativa”, refere aquele responsável.

Sobre o Código

O Código foi assinado em Dezembro de 2016 como resultado de um compromisso pioneiro entre 6 grupos de interesses a nível nacional, onde se inclui a CONFAGRI, representativos de todos os elos da cadeia agroalimentar.

De natureza voluntária e gratuita, este código define um conjunto de princípios e procedimentos que servem para autorregular a cadeia alimentar visando reforçar a transparência entre os setores da produção, da transformação e da distribuição de produtos agroalimentares, fundamental para assegurar um desejável equilíbrio e cooperação entre as partes, não apenas em defesa dos seus interesses, mas também em defesa dos interesses dos consumidores.

Este código, que se aplica às relações comerciais e aos contratos de fornecimento na cadeia de abastecimento agroalimentar em Portugal, visa também assegurar que a resolução de litígios é abordada de forma leal e transparente, assegurando que não existe qualquer possibilidade de retaliação.

O Grupo de Governação é responsável pela gestão do Código e é representativo de toda a cadeia de abastecimento alimentar e dele fazem parte:

APED – Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição,

CAP- Confederação dos Agricultores de Portugal,

CCP- Confederação do Comércio e Serviços de Portugal,

CIP- Confederação Empresarial de Portugal (representando a CENTROMARCA e a FIPA)

CNA- Confederação Nacional de Agricultura e

CONFAGRI- Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal.

Sobre a Cerimónia – Programa

9:15       Receção dos participantes

9:30       Apresentação do Código e da sua Estratégia de Implementação

                Nuno Fernandes Thomaz, Coordenador da Governação

9:40       Assinatura pelas empresas aderentes

10:10     Encerramento

                António Saraiva, Presidente da CIP*

               Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

                Pedro Siza Vieira, Ministro-adjunto e da Economia

Comente este artigo
Anterior Cooperativas agrícolas aderem ao Código de Boas Práticas na Cadeia Agro-alimentar
Próximo Eurodeputado do PAN vai integrar comissões de Agricultura, Orçamento e Pescas em Bruxelas

Artigos relacionados

Sugeridas

INE: Milho e arroz com respostas positivas ao aumento das temperaturas e insolação

As culturas de milho e arroz reagiram positivamente ao aumento das temperaturas e insolação, segundo as previsões do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 31 de Agosto.
Diz o INE, no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas  – Setembro de 2018, que o desenvolvimento vegetativo dos cereais de Primavera/Verão tem decorrido com normalidade, […]

Notícias mercados

Nace AgrimarketPlace, la central de compras de cereal que busca acabar con el intermediario

AgrimarketPlace es la nueva plataforma on line de venta de cereales que ha llegado a España, procedente de Portugal, de la mano de Asaja. Se trata de una iniciativa que parte del propio sector cerealista, que busca acabar con los intermediarios para que el productor y las cooperativas traten directamente con las industrias, […]

Comunicados

PDR2020: Investimentos em Produtos Florestais

Aberto de 24 de Maio de 2019 às 10:00 a 31 de Julho de 2019 às 17:00 – Operação 4.0.1. Investimentos em Produtos Florestais Identificados como Agrícolas no Anexo I do Tratado […]