Conclusões do 1º Congresso Ibérico do Milho 2019

Conclusões do 1º Congresso Ibérico do Milho 2019

O 1º Congresso Ibérico do Milho reuniu em Lisboa, a 13 e 14 de Fevereiro, 650 participantes de Portugal e Espanha e um painel de 35 prestigiados oradores que reafirmaram a importância da cultura do milho na agricultura de regadio do Sul da Europa, contribuindo para criar emprego, gerar desenvolvimento socioeconómico e fixar a população no território.

A Anpromis (Associação dos Produtores de Milho e Sorgo de Portugal) e a Agpme (Associação Geral dos Produtores de Milho de Espanha), entidades que coorganizaram este evento, concluem que:

  • O milho é uma das principais culturas de regadio na Península Ibérica, ocupando uma área que ronda os 650 mil hectares.
  • O 1º Congresso Ibérico do Milho constituiu um primeiro passo muito relevante para a criação de uma plataforma de diálogo, partilha de conhecimento e defesa conjunta dos interesses dos produtores de milho de Portugal e Espanha, tanto nas instâncias nacionais, como europeias.
  • O milho, reconhecidamente, encontra-se entre as culturas que melhor rentabilizam o uso dos fatores de produção, nomeadamente a água e a energia.
  • O milho produzido na Península Ibérica é reconhecido pela sua qualidade e tem uma importância primordial na alimentação humana e animal, dos nossos dois países.
  • As culturas de regadio, e em concreto o milho, contribui de forma notória para fixar as populações no território rural dos países do sul da Europa, criando emprego e desenvolvimento socioeconómico.
  • A importância que a agricultura de regadio tem na preservação da paisagem Ibérica e no ordenamento do seu território, tem de ser compensada através da criação de serviços de ecossistemas adaptados à realidade dos nossos dois países.
  • Portugal e Espanha têm de defender de uma forma desassombrada o regadio tanto a nível nacional, como europeu.
  • O apoio a iniciativas que privilegiem não só o uso eficiente da água, como a reabilitação e a construção de novos sistemas de armazenamento deve constituir uma aposta conjunta dos nossos dois países.
  • Os produtores de milho estão conscientes dos desafios que se lhes colocam no âmbito da adaptação às alterações climáticas, o que poderá passar inclusivamente pela criação de um Observatório Ibérico que aprofunde os conhecimentos que temos nesta matéria.
  • As ambiciosas metas previstas no âmbito do Acordo de Paris, obrigam a uma significativa redução das emissões de gases com efeito de estufa, que só é possível atingir se existir uma significativa aposta na inovação e na adopção de novas tecnologias que permitem um uso cada vez mais eficiente dos recursos naturais, nomeadamente da água e do solo.
  • É imperioso que Portugal e Espanha garantam a manutenção dos atuais níveis de financiamento comunitário no âmbito da Política Agrícola Comum pós 2020, por forma a contribuir para a competitividade da cultura do milho nos nossos dois países e manter a necessária coesão do seu território.

Lisboa, 14 de Fevereiro de 2019

Produtores ibéricos de milho reúnem para debater o clima e competitividade

1º Congresso Ibérico do Milho reúne 632 agricultores e técnicos agrícolas em Lisboa a 13 e 14 de Fevereiro

Comente este artigo
Anterior ADP Fertilizantes lança nova linha de fertilizantes
Próximo Uruguai disponível para apoiar transformação da agricultura angolana

Artigos relacionados

Comunicados

Pedido de ajudas 2017 -Prazo de candidaturas prorrogado para 31 de Maio

No seguimento da decisão da Comissão Europeia, de permitir aos Estados Membros a prorrogação do prazo para aceitação de candidaturas ao Pedido Único 2017, o IFAP, em articulação com as Organizações protocoladas, decidiu prorrogar o prazo de receção, para o Continente e Região Autónoma da Madeira, […]

Últimas

Kaffa apresenta nova imagem e reforça capacidade produtiva em Portugal

A KAFFA, marca portuguesa de café encapsulado, inicia o segundo semestre de 2017 com uma nova imagem. Mais moderna e emotiva, a nova imagem KAFFA aproxima-se do consumidor ao assumir claramente a sua Portugalidade.
A nova imagem, já visível em todas as embalagens e na renovada loja online, […]

Comunicados

SAPEC Agro Portugal lança novo insecticida – Embaixador 224 EC

Embaixador 224 EC é o novo insecticida que a SAPEC Agro Portugal disponibiliza para o mercado nacional.
Formulado com clorpirifos-metilo a 224 g/L, uma nova molécula no mercado nacional, é um organofosforado com três modos de ação complementares – contacto, ingestão e fumigação.
O Embaixador 224 EC apresenta um excelente perfil residual, […]