Caso das golas. Inquérito da IGAI quase concluído

[Fonte: Expresso]

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) revelou ao Expresso que está prestes a concluir a investigação ao caso das golas anti-fumo. “O referido inquérito, ao qual foi conferida natureza urgente, corre os inerentes termos legais, encontrando-se em fase de conclusão.”

No final de junho, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, mandou abrir um inquérito urgente sobre contratação de material de sensibilização para incêndios florestais, após as notícias sobre as golas antifumo com material inflamável que foram distribuídas no âmbito do programa “Aldeias Seguras”. No dia anterior o MAI tinha desvalorizado as notícias do “Jornal de Notícias” que deram origem ao caso.

A investigação da PJ e do DCIAP já fez dois arguidos: o general Mourato Nunes, o presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e Artur Neves, secretário de Estado da Proteção Civil, que já se demitiu na sequência das buscas no Ministério da Administração Interna e na secretaria de Estado da Proteção Civil. Corrupção, participação económica em negócio e fraude na obtenção de subsídio são os três crimes sob investigação.

Para já, o general Mourato Nunes mantém-se na presidência da ANEPC.

Comente este artigo

O artigo Caso das golas. Inquérito da IGAI quase concluído foi publicado originalmente em Expresso.

Anterior Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 9 a 15 Setembro 2019
Próximo 12.750 euros em ações da Sonae separam Elisa Ferreira da Comissão. Futura comissária vai vender os títulos

Artigos relacionados

Nacional

Viseu. Fogos de Penalva e Penedono continuam ativos, mas sem casas em perigo

[Fonte: SAPO 24]

“Estão ativos. Continua a arder mato e floresta, mas não há casas em perigo”, […]

Nacional

Dias de campo sobre agricultura de precisão no Ribatejo e Alentejo

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]
Está de volta o evento PRECISAMENTE. Nos dias 12 de Setembro, […]

Nacional

Barragens com níveis de armazenamento abaixo do habitual no mês de julho

[Fonte: Correio da Manhã]
Rio Mondego, com 79,4%, lidera entre as 12 bacias. Sado está no fim da tabela com 40,8%. […]