Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Agosto de 2019

Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Agosto de 2019

[Fonte: INE: publicações]

Breve síntese sobre a evolução da produção e dos preços na agricultura e pescas

As previsões agrícolas, em 31 de julho, apontam para aumentos de produtividade, face à campanha anterior, na maioria dos frutos frescos e nas vinhas para vinho. Na maçã e no pêssego, a floração e o vingamento dos frutos decorreram em condições bastante favoráveis, prevendo-se rendimentos unitários ao nível dos mais elevados das últimas décadas. Na amêndoa, a entrada em produção das novas plantações também fez aumentar significativamente a produtividade, situação que, provavelmente, deverá repetir-se ao longo das próximas campanhas. Quanto à vinha, antecipa-se um aumento de 10% face à vindima de 2018.

Nas culturas de primavera/verão, prevê-se a manutenção da área semeada de milho para grão, após cinco anos consecutivos de redução. A colheita de tomate para a indústria começou na última semana de julho, estimando-se um aumento de produtividade de 10%, com os frutos a apresentarem boa coloração vermelha, valorizada pela indústria. Também na batata de regadio a variação positiva da produtividade deverá ser na ordem dos 10%, enquanto no girassol será de 5%. Para o arroz prevê-se a manutenção do rendimento unitário da campanha anterior, com registo de problemas de salinidade nas águas de rega.

Quanto aos cereais de outono/inverno, cuja colheita está maioritariamente concluída, a produção deverá ficar abaixo das 200 mil toneladas (-11% que em 2018).

Gado, aves e coelhos abatidos

O peso limpo total de gado abatido e aprovado para consumo em junho de 2019 foi 34 206 toneladas, o que correspondeu a um decréscimo de 9,9% (+1,8% em maio), devido ao menor volume de abate registado nos bovinos (-1,6%), suínos (-12,1%), ovinos (-10,7%), caprinos (-15,1%) e equídeos (-9,7%). O peso limpo total de aves e coelhos abatidos e aprovados para consumo foi 26 648 toneladas, o que representou um decréscimo de 6,0% (+2,8% em maio), devido ao menor volume de galináceos (-5,3%), perus (-13,4%), codornizes (-15,7%) e coelhos (-0,7%).

Produção de aves e ovos

O volume de produção de frango teve um aumento de 5,7% (+4,5% em maio), com 26 369 toneladas. Pelo contrário, a produção de ovos de galinha para consumo teve um decréscimo de 4,2% (-5,2% em maio), com 8 387 toneladas produzidas. Produção de leite e produtos lácteos A recolha de leite de vaca foi 161,3 mil toneladas, o que indica um decréscimo de 1,1% em relação ao mês homólogo (-2,9% em maio). O fabrico de produtos láteos foi inferior em 11,3% (-6,1% em maio), devido sobretudo ao decréscimo do volume do leite para consumo (-14,8%).

Preços e índices de preços agrícolas

Em julho de 2019, as variações mais significativas, em módulo, no índice de preços de produtos agrícolas no produtor foram observadas nos suínos (+12,3%), batata (-26,2%), hortícolas frescos (-17,4%), azeite a granel (-14,2%), ovos (-11,6%) e frutos (-10,2%).

Em comparação com o mês anterior, as variações de maior amplitude verificaram-se na batata (+5,3%), hortícolas frescos (-12,0%), azeite a granel (-8,7%) e frutos (-5,9%).

Em junho de 2019, o índice de preços de bens e serviços de consumo corrente (INPUT I) aumentou 0,2%, enquanto o índice de preços de bens e serviços de investimento (INPUT II) aumentou 1,6%. Relativamente ao mês anterior, observou-se um decréscimo de 0,4% no índice de preços de bens e serviços de consumo corrente e um acréscimo de 0,3% no índice de preços de bens e serviços de investimento.

→ Consulte aqui o documento ←

Comente este artigo

O artigo Boletim Mensal da Agricultura e Pescas - Agosto de 2019 foi publicado originalmente em INE: publicações.

Anterior “Temos de viver com a água que temos” enquanto não é reforçada a ligação da Vigia ao Alqueva, diz Ministro da Agricultura (c/som)
Próximo Volume de gado abatido diminui em todas as espécies. Queda de 9,9% em Junho

Artigos relacionados

Nacional

PS, PSD e CDS comprometem-se a priorizar agricultura no próximo mandato

No debate promovido pela CAP, PS, PSD e CDS deixaram a garantia de que a Agricultura é um tema relevante nas suas agendas políticas, destacando como prioridades para a próxima legislatura o financiamento ao sector, a reforma da floresta e a gestão eficiente dos recursos hídricos. Agricultores disponíveis para “pontes de diálogo” com todos os partidos. […]

Dossiers

PAC: El Comité Europeo de las Regiones se opone a los planes estratégicos nacionales por miedo a su renacionalización

[Fonte: Agroinformacion – PAC]
El Comité Europeo de las Regiones ha elaborado un dictamen sobre la propuesta de reforma de la Política Agrícola Común (PAC) de la Comisión Europea que recoge 103 enmiendas y 35 recomendaciones, entre ellas su negativa a una transferencia de competencias excesiva a los Estados miembros mediante planes estratégicos nacionales por miedo a que equivalga a una renacionalización. […]

Notícias florestas

Empresas florestais reclamam inventários de cinco em cinco anos

[Fonte: Gazeta Rural]

A Associação Nacional de Empresas Florestais considera fundamental encurtar para cinco anos o prazo de atualização do Inventário Florestal Nacional, sem o qual diz não ser possível gerir ou planear estrategicamente o setor.
“Não é possível gerir aquilo que se desconhece”, […]