Azeite do Alentejo quer seduzir mercados da Escandinávia

Azeite do Alentejo quer seduzir mercados da Escandinávia

O CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo continua a desbravar novas geografias e, desta vez, voa para a Dinamarca e Suécia para promover, junto dos seus exigentes consumidores, as qualidades do ‘ouro verde’ português.

Os dinamarqueses chamam-lhe olivenolie, os suecos olivolja e, cada vez mais, o azeite faz parte do cabaz alimentar dos consumidores escandinavos. Para dar a conhecer as qualidades do azeite e os benefícios do seu consumo, o CEPAAL, que representa 28 produtores de azeite desta região portuguesa, prepara-se para viajar rumo à Dinamarca e à Suécia.

Esta vasta acção de promoção compreende, em cada um dos países, provas técnicas e um jantar de harmonização com distribuidores, retalhistas, jornalistas e chefs, assim como degustações com consumidores locais, em lojas delicatessen de Copenhaga e Estocolmo – nos dias 30 de Abril e 2 de Maio, respectivamente.

Verde ou maduro? Muito ou pouco picante? Estas vão ser algumas das questões colocadas a dinamarqueses e suecos, consumidores exigentes, com elevado poder de compra e cada vez mais disponíveis para experimentarem os sabores e produtos da dieta mediterrânica.

A título de exemplo, em 2016, o consumo de azeite na Suécia atingiu 1 kg per capita, cinco vezes mais do que dez anos antes – embora este possa parecer um valor modesto para os consumidores portugueses, cujo consumo per capita de azeite ronda 7 kg.

«Com uma gastronomia que utiliza laticínios como base, os consumidores nórdicos só agora estão a descobrir os benefícios do consumo do azeite. Cada vez mais, estão a importar os hábitos alimentares da Europa do Sul, pelo que este é o momento certo para lhes dar a conhecer o melhor azeite do Alentejo, região responsável por cerca de 80% da produção nacional. Acreditamos que, no futuro próximo, a Dinamarca e a Suécia serão mercados muito importantes para o Azeite do Alentejo», salienta Mariana Teles Branco, responsável de marketing e qualidade do CEPAAL.

 

Notícias relacionadas

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Alqueva: APBA propõe medidas para a Política da Água
Próximo Azeite alentejano ruma à Escandinávia

Artigos relacionados

Nacional

Transitex transporta pêra Rocha para a feira FHC 2019 na China

No âmbito da participação da Associação Nacional de Produtores de Pêra Rocha (ANP) na 23.ª edição da feira internacional Food & […]

Nacional

Governo reforça medidas de prevenção da peste suína africana

O Governo aprovou, esta quarta-feira (12 de junho), através de um despacho publicado em Diário da República, um plano de ação para a prevenção da peste suína africana (PSA). […]

Nacional

Ministro do Ambiente e Secretário do Estado das Florestas visitaram Alto Alentejo (c/vídeo)

O Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, e o Secretário de Estado das Florestas, João Paulo Catarino, visitaram, na passada sexta-feira, os […]