As ideias inovadoras do Programa de Co-creação LL2FRESH

As ideias inovadoras do Programa de Co-creação LL2FRESH

No âmbito do programa de co-Creação LL2FRESH, que que visa a otimização do prazo de validade dos alimentos, buscando soluções inovadoras para promover o desenvolvimento de cadeias de valor inovadoras, novas soluções de embalagem, métodos de tratamento de alimentos e aditivos de última geração, foram apresentadas 7 ideias inovadoras, que damos a conhecer:

1) SAFE-pack: Sustainable and Antioxidant Functional Edible coatings and food packaging films

A ideia principal desta proposta é desenvolver filmes e revestimentos poliméricos de base natural com a inclusão de ingredientes bioativos (antioxidantes e antimicrobianos) para a obtenção de um filme ou revestimento comestível que possa ser utilizado como sistema de embalagem para entrega dos princípios ativos a proteger, preservar e estender a vida útil dos alimentos.

2) Stamply® Box

Esta solução consiste em uma caixa de entrega inteligente (Stamply® box) que proporciona um ambiente frio, evitando a necessidade de transporte na cadeia de frio. Cada caixa é digitalmente identificável por meio de protocolos sem fio comuns (por exemplo, BLE), amplamente presentes na eletrónica diária que vai de tablets a smartphones. Além dos ganhos imediatos ao evitar veículos caros com garantia de frio, ultrapassa os concorrentes, pois os sistemas de entrega também podem fornecer dados em termos de rastreabilidade e qualidade. Isso é possível porque compreende sensores incorporados que relatam dados de temperatura, humidade e localização.

3) Nature preserves

Neste projeto, propõe-se testar extratos aquosos naturais de folha de oliveira aplicados em papel envolvente de frutas e vegetais durante a fase de embalagem e fazer um estudo de vida útil para selecionar a concentração mais eficaz. Extratos de folhas de oliveira, ricos em polifenóis como oleuropeína ou hidroxitirosol, têm sido amplamente descritos na literatura como tendo atividades antifúngicas, antibacterianas e antivirais.

Assim, este projeto visa aproveitar um subproduto (resíduo) da cultura da oliveira para se transformar em produto de valor acrescentado (extrato) e permitir o prolongamento da vida útil da fruta. Portanto, é uma aplicação natural que promove a economia circular aproveitando os resíduos.

4) Innovation in temperature conservation in food packaging

Alvéolos com PCM e suas vantagens em manter a temperatura de conservação e consequentemente no prolongamento da vida útil dos produtos no máximo expoente de qualidade.

5) Quality Traceability

Rastreabilidade das cadeias produtivas e distribuição de alimentos perecíveis com base na análise dos diversos impactos ambientais (variações de temperatura, por exemplo) na qualidade e vida útil dos produtos.

Esta análise baseia-se na utilização de algoritmos cinéticos para avaliar os referidos parâmetros e o impacto das condições ambientais em tempo real ou através de checkpoints.

Esta análise é acompanhada por um protótipo de um modelo de comunicação entre empresas, órgãos reguladores e consumidores, bem como um protótipo de software (destinado a ser utilizado gratuitamente na sua forma final) para empresas com base no modelo de comunicação.

6) Agrochar

Fertilizante orgânico vivo que retém carbono nos solos para atender à reparação ambiental da agricultura, ao mesmo tempo que fornece melhores produções de alimentos densos em fibras e nutrientes. Esta densidade permite um prolongamento da visa útil dos produtos em que se utiliza este composto.

7) REVSEG – PREDICTIVE monitoring and control device for food safety

O desenvolvimento do presente projeto pretende reduzir o desperdício alimentar ao alertar o utilizador quando um determinado produto alimentar, existente num equipamento de refrigeração ou de congelação apresenta risco de segurança alimentar, a partir da previsão das unidades formadoras de colónias (UFC) obtidas através do cálculo das curvas cinéticas de crescimento microbiano com base na medição da temperatura e da humidade relativa do ar no interior do equipamento em questão.

Para tal é utilizado um interface em que o utilizador seleciona os alimentos presentes no equipamento onde o dispositivo de monitorização e controlo preditivo para segurança alimentar (PREVSEG) está colocado e o software associa os seus parâmetros intrínsecos e conjunto de bactérias que neles são usualmente encontrados. Este interface permite também visualizar os gráficos referentes à temperatura e humidade do ar registada ao longo do tempo, assim como fazer uma previsão da curva de crescimento microbiano nos alimentos previamente selecionados de acordo com a medição da temperatura em tempo real na arca frigorifica ou de congelação.

Esta dispositivo pretende suplantar os dataloggers de temperatura e humidade relativa do ar existentes e destinados à monitorização das condições ambientais, mas usados simultaneamente para aferir acerca da segurança alimentar. Esta invenção não se resume à monitorização da temperatura e da humidade relativa do ar em equipamentos de refrigeração ou de congelação nos quais se encontrem armazenados produtos alimentares, uma vez que realiza ainda a previsão do crescimento microbiano em tempo real.

Comente este artigo
Anterior Inventa International oferece diagnóstico gratuito de Marcas Registadas e Propriedade Intelectual
Próximo As respostas e propostas AGROGES aos desafios da Sustentabilidade

Artigos relacionados

Últimas

In Loco lança Guia de Apoio Enquadramento Legal e Fiscal da pequena produção Agrícola

O “Guia de Apoio – Enquadramento Legal e Fiscal da pequena produção Agrícola 2019” já está disponível.
Esta publicação, foi elaborada no âmbito do InfoAGRI – […]

Últimas

MechSmart Forages é o projeto de ‘I&D que marca’

Mecanização da produção de forragens sob o trinómio Agronomia – Ambiente – Energia é o propósito do projeto MechSmart Forages, que venceu o prémio ‘I&D que marca’. […]

UE - Organizações

THE BEGINNING OF A US-EU TRADE WAR?

The “hot autumn” for trade that we predicted in a previous post gets dangerously close, as it would seem the US got the WTO final green light to apply sanctions to EU exports, […]