Aplicação de produtos fitofarmacêuticos requisitos aplicáveis aos operadores de aeronaves

Aplicação de produtos fitofarmacêuticos requisitos aplicáveis aos operadores de aeronaves

Foi publicada no dia 29 de abril a Portaria N.º 104/2020 que define os requisitos aplicáveis aos operadores de aeronaves que realizam operações especializadas de aplicação de produtos fitofarmacêuticos e aos pilotos que operam as aeronaves envolvidas nessa actividade, no âmbito dos trabalhos agrícolas e florestais, conforme previsto no n.º 2 do Art.º 42.º da Lei n.º 26/2013.

A Portaria procede, igualmente, à definição dos requisitos de formação aplicáveis aos pilotos ao serviço dos operadores aéreos que procedem à aplicação de produtos fitofarmacêuticos, com aeronaves tripuladas ou não tripuladas.

Comente este artigo
Anterior Covid-19: Bruxelas anuncia medidas de apoio ao setor do vinho
Próximo A maioria dos terrenos privados estão por limpar. Prazo termina esta quinta

Artigos relacionados

Últimas

Cotações – Suínos – Informação Semanal – 18 a 24 Maio 2020

As cotações médias nacionais dos porcos classe E e classe S sofreram um decréscimo em relação à semana anterior, pela 9ª semana consecutiva, […]

Dossiers

Criada Associação Portuguesa de Ciência Avícola para promover “conhecimento avícola”

Portugal conta agora com uma Associação Portuguesa de Ciência Avícola (APCA). De acordo com a organização, esta associação nasce da “necessidade de criar um espaço de debate sobre Ciência Avícola, […]

Nacional

Adega Ervideira no Alentejo vende menos mas fecha 2020 com lucro

O produtor vitivinícola alentejano Ervideira registou menos 32% das vendas em 2020, face a 2019, mas fechou o ano passado com um lucro de 130 mil euros, apesar da pandemia […]