Álvaro Amaro defende qualidade do Azeite Português em Bruxelas

Álvaro Amaro defende qualidade do Azeite Português em Bruxelas

O futuro do azeite tem de ser menos como apenas uma gordura saudável, e mais como um produto de excelência

Hoje, na reunião da Comissão da Agricultura no Parlamento Europeu, Álvaro Amaro defendeu o aprofundamento e melhoria dos mecanismos de controlo de qualidade do azeite europeu, durante a discussão do estudo sobre a implementação dos controlos de conformidade no setor do azeite na UE, pela Comissão Europeia.

Para Álvaro Amaro, “os testes de conformidade precisam ser melhorados, com mais uniformidade e fiabilidade dos controlos. Essas medidas, no entanto, devem ser neutras para o setor em termos orçamentais, que já está sob considerável pressão.

Segundo o Membro da Comissão da Agricultura, “Portugal é o primeiro produtor de azeite do mundo em termos de qualidade, com 95% da sua produção a resultar em azeite virgem extra e azeite virgem. Vindo de um país que atua no mercado de qualidade, tenho a obrigação de defender o grande investimento feito na modernização do setor.”

Álvaro Amaro garantiu ainda que, apesar das conclusões positivas deste estudo, que saúda, “temos de continuar a trabalhar para garantir que as normas do mercado europeu do azeite sejam melhoradas e respeitadas”.

O estudo apresenta resultados positivos quanto ao cumprimento dos padrões, apesar de detetadas falhas nas legislações nacionais, sobretudo em situações onde a cadeia de controlo está repartida a nível regional e nacional. A fraude continua a ser a principal preocupação do setor, verificando-se principalmente a mistura de azeites ou falsas menções ao nível da rotulagem, de azeite virgem vendido como azeite virgem extra.

Comente este artigo
Anterior MAI abre inquérito ao fogo de Oliveira de Frades onde morreu um bombeiro
Próximo 1,3 milhões de euros para avaliar a vulnerabilidade do território Português às alterações climáticas

Artigos relacionados

Dossiers

Las almendras cierran 2020 con precios más bajos que el año anterior


El año 2020 finalizó con precios inferiores a los del año pasado y muy por debajo de la media de los últimos años, […]

Últimas

Portugal proíbe caça à rola de forma temporária

A caça à rola está proibida de forma temporária na época de 2021/22 em Portugal, depois de se revelar um “decréscimo significativo” […]

Nacional

Ministério da Agricultura quer encontrar soluções para minimizar impacto de cheias no Baixo Mondego

O Governo pretende encontrar soluções para minimizar os impactos das cheias no Baixo Mondego, nomeadamente através de um investimento no […]