“Agroindústria intensiva não é incompatível com a agroecologia”

“Agroindústria intensiva não é incompatível com a agroecologia”

A agroindústria portuguesa mudou muito nos últimos 15 anos, mas agora tem novos desafios pela frente, nomeadamente o Pacto Ecológico Europeu e a transformação do próprio negócio. Em entrevista ao Jornal Económico, o presidente do conselho de administração da Avipronto e ex-secretário de Estado da Agricultura que mais tempo esteve em funções analisa o sector.

Que análise faz da atual situação do sector agroalimentar?
O sector agroalimentar é um sector estratégico da economia da União Europeia (UE) e da economia nacional, em particular. Provou novamente, agora em contexto de pandemia, a sua capacidade e agilidade para garantir níveis de produção e de abastecimento alimentar ajustados às necessidades da população, mas isso só foi possível porque a agricultura portuguesa é hoje bastante diferente, e para melhor, do que há 15 anos atrás. Temos, atualmente, uma agricultura mais profissional, mais inovadora e mais orientada para o mercado, o que nos permite ter também um sector agroalimentar melhor preparado para responder aos desafios do futuro. A chave desta melhoria assentou grandemente na inovação que atravessou de uma forma transversal a grande maioria da produção agroalimentar, nomeadamente vinho, azeite, hortofrutícola e produção animal. São exemplo disso o volume de negócio gerado pelo sector, da ordem dos 26 mil milhões de euros, e um valor de exportações de cerca de sete mil milhões de euros, com um crescimento constante ao longo da última década, valor muito próximo das exportações do calçado e do têxtil juntos.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Continue a ler este artigo no Jornal Económico.

Comente este artigo
Anterior Pedido Único 2021 - Prorrogação do prazo de candidaturas
Próximo Terror passou por Arcos de Valdevez e matou 68 cabras ao pastor Dario

Artigos relacionados

Nacional

Confagri repudia “radicalismo” do Reitor da Universidade de Coimbra. “Matar o mundo rural não é a solução”

“Matar o mundo rural não é a solução”. Quem o diz é a direcção da  Confagri – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Portugal, […]

Sugeridas

Estão a decorrer as candidaturas ao Pedido Único

O período de apresentação das ao candidaturas ao Pedido Único (PU) de 2020 encontra-se a decorrer até 15 de junho. […]

Projetos em curso

GOTECFOR – Tecnologia para a mobilização e aproveitamento de Biomassa Florestal na agroindustria

Aplicação e desenvolvimento de soluções de aproveitamento de biomassa florestal em resposta às necessidades de aquecimento de culturas […]