Agricultores afetados pela seca podem reportar situação até 15 de maio

Agricultores afetados pela seca podem reportar situação até 15 de maio

[Fonte: Vida Rural]

A Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro divulgou um aviso em que defende que, face às atuais condições climatéricas verificadas no país, e à provável evolução para uma situação de seca agrometeorológica e hidrológica, importa acompanhar, de forma permanente, o impacto no terreno.

“Torna-se necessário identificar as necessidades de investimento em captação e transporte de água e aquisição de equipamentos para abeberamento de gado”, através do preenchimento de um formulário por parte dos agricultores afetados, explica a DRAPCentro.

Os agricultores afetados têm, assim, até 15 de maio, para submeter o formulário disponível aqui.

Comente este artigo

O artigo Agricultores afetados pela seca podem reportar situação até 15 de maio foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior A Terra e os Homens – Episódio 2
Próximo Condutores de tratores vão ser obrigados a formação específica já em 2021

Artigos relacionados

Notícias PAC pós 2020

La nueva consejera andaluza se estrena en el cargo con una jornada formativa sobre la PAC

[Fonte: Agroinformacion – PAC]
La Consejería de Agricultura, Ganadería, Pesca y Desarrollo Sostenible ha iniciado en Sevilla la actividad formativa para la presentación de la Solicitud Única de la Política Agrícola Común (PAC) 2019. La consejera andaluza Carmen Crespo ha asistido al acto de apertura para saludar al personal que ha acudido a la jornada, […]

Últimas

Caloiros batem novo recorde com 4 toneladas de batata colhida

Pelo terceiro ano consecutivo e após um simpático pic-nic no Parque de Merendas da Alverca da Golegã, um grupo de 150 caloiros da Católica Lisbon School of Business & Economics, iniciou o seu “Dia Solidário”, com mais uma ação do projeto RESTOLHO- uma segunda colheita para que nada se perca. […]

Dossiers

Repuntes en melón y descensos en sandía

[Fonte: Agropopular – Cotações]

La Lonja del Melón y la Sandía de Castilla-La Mancha registró subidas en melón y bajadas en sandía.
Las subidas en melón fueron de entre 2 y 4 céntimos, quedando las cotizaciones entre 12 y 27 céntimos de euro por kilo, […]