Açores limpam 200 Km de caminhos rurais e reforçam abastecimento de água à agricultura na Ilha do Pico

Açores limpam 200 Km de caminhos rurais e reforçam abastecimento de água à agricultura na Ilha do Pico

O Conselho de Governo da Região Autónoma dos Açores aprovou ontem, 3 de Julho, proceder à conservação, manutenção e limpeza de 200 quilómetros de caminhos rurais e florestais na Ilha do Pico, facilitando o acesso às explorações agropecuárias, através da regularização e pavimentação do piso e da desobstrução e limpeza dos pavimentos, redes de drenagem, bermas e taludes.

Diz um comunicado do Executivo açoriano que, no Pico, a Direcção Regional dos Recursos Florestais gere uma rede com 367 quilómetros de caminhos florestais e rurais, 75% da qual já se encontra pavimentada.

Reforço do abastecimento de água à agricultura

Por outro lado, o Governo Regional deliberou avançar com os procedimentos, através do IROA — Instituto Regional de Ordenamento Agrário, com vista ao reforço do abastecimento de água à agricultura no concelho de São Roque, com a construção, no lugar da Chã Verde, de dois reservatórios de 500 m3 para armazenamento de água captada em regime torrencial, investimento que se estima em cerca de 150 mil euros.

“Deste modo, dá-se seguimento à política de modernização e ampliação da rede de infraestruturas agrícolas na Ilha do Pico”, garante o Executivo regional.

E acrescenta, em comunicado, que “a construção de sistemas de abastecimento de água é de grande importância para a competitividade das produções locais, pelo seu efeito na redução dos custos de exploração, contribuindo ainda para a melhoria progressiva das condições de trabalho os agricultores”.

Colaboração com a Universidade dos Açores

O Governo Regional dos Açores decidiu ainda dar orientações ao IROA para desenvolver o trabalho técnico necessário, com a colaboração da Universidade dos Açores, para identificar zonas favoráveis para a prospecção e eventual exploração de água subterrânea com vista à concretização de um novo furo de captação no concelho da Madalena, salvaguardados todos os procedimentos prévios à sua realização, com a finalidade de reforçar o abastecimento à pecuária.

Tais esforços deverão estar sustentados no Estudo sobre a Avaliação dos Recursos Hídricos da Ilha de S. Miguel, Santa Maria e Pico, que está a ser desenvolvido pelo CIVISA – Universidade dos Açores.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Incêndios: Mais de 400 bombeiros e 14 meios aéreos combatem fogo na Pampilhosa da Serra
Próximo Açores promovem acções de formação: aplicadores de produtos fitofarmacêuticos e introdução à vitivinicultura

Artigos relacionados

Sugeridas

Produção de carne continua a crescer na Europa

A produção pecuária na Europa continua a crescer, com o setor das aves e suínos a revelar um maior dinamismo. Apesar disso, […]

Últimas

Governo quer cadastro em “zona piloto” atingida pelos fogos


O ministro Adjunto Eduardo Cabrita defendeu nesta terça-feira, em Castanheira de Pera, a realização do cadastro predial nos concelhos da região Centro devastados pelos incêndios de junho. […]

Nacional

Crianças que nascem em zonas rurais têm sistemas imunitários mais fortes

As crianças que nascem em zonas rurais têm sistemas imunitários mais fortes do que as crianças que nascem em zonas urbanas, […]