A Confraria dos Enófilos do Alentejo acaba de premiar os “Melhores Vinhos do Alentejo”

A Confraria dos Enófilos do Alentejo acaba de premiar os “Melhores Vinhos do Alentejo”

[Fonte: CVRA] A Confraria dos Enófilos do Alentejo apresentou no dia 25 de junho, terça feira, no Hotel Mar d’Ar Muralhas, em Évora, a sétima edição do concurso “Melhores Vinhos do Alentejo”. Esta iniciativa tem como objetivo premiar não só a qualidade do vinho produzido no Alentejo que atinge patamares de excelência, mas também dar a conhecer aos consumidores uma nova geração de enólogos e produtores, cada vez mais bem preparados, focados na qualidade e na inovação.

O Concurso deste ano apresentou algumas alterações no regulamento, para reforço da notoriedade dos vinhos com pontuação mais elevada e destacados pelo Júri e consequente distinção e valorização dos prémios atribuídos. Este ano estiveram à prova 114 vinhos produzidos no Alentejo e provenientes de 40 produtores. Nesta 7ª edição os vinhos avaliados foram constituídos por 31 brancos, 11 rosados e 72 tintos.

Destes 114 vinhos a concurso os vencedores da medalha de ouro, atribuídas por categoria, foram: Quintas de Borba – Branco 2018, Adega Cooperativa de Borba, CRL; Valcatrina by Santos Lima– Rosé 2018, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA; Monte da Caçada – Alicante Bouschet – Tinto 2017, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA;

A Juiz da Confraria dos Enófilos do Alentejo comenta, “os vinhos premiados apresentaram qualidade elevada, de perfil diferenciado, muito equilibrados ao aroma e sabor, com estrutura, elegância e grande longevidade. Vinhos que permitem diversidade e opção de escolha ao consumidor mais esclarecido e exigente, quer para consumo imediato ou para aguardar pacientemente o momento perfeito para o seu consumo. A qualidade destacada pelo Júri de Prova, louva o real esforço que tem sido realizado ao longo dos tempos por todos os intervenientes no sector, em especial dos Produtores de Vinho, que continuam a merecer a credibilidade e o reconhecimento dos mercados, quer nacional, quer internacional”.

Os Júris de Prova foram constituídos por ‘Provadores Experientes de Vinhos’, nomeadamente, Provadores da Associação Portuguesa de Enologia, da Associação de Escanções de Portugal, da Universidade de Évora, da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, da Confraria dos Enófilos do Alentejo, Enólogos e jornalistas da especialidade.

Vencedores MEDALHA DE OURO

Quintas de Borba – Branco 2018, Adega Cooperativa de Borba, CRL;

Valcatrina by Santos Lima– Rosé 2018, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA;

Monte da Caçada – Alicante Bouschet – Tinto 2017, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA;

Vencedores MEDALHA DE PRATA

Adega de Borba – Premium – Branco 2018, Adega Cooperativa de Borba, CRL

Herdade de São Miguel – Rosé 2018, Casa Relvas, Ldª

Valcatrina by Santos Lima – Tinto 2018, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA

Vencedores MEDALHA DE BRONZE

Villa Pias – Branco 2018, Sociedade Agrícola de Pias, SA

Vidigueira – Antão Vaz – Premium Branco 2018, Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, CRL

Herdade Paço do Conde – Reserva Tinto 2017, Soc. Agrícola da Encosta do Guadiana, Ldª.

MENÇÕES HONROSAS

Quinta do Paral – Branco 2017, Herdade Tinto e Branco, Unipessoal, Ldª.

Herdade Paço do Conde – Branco 2018, Soc. Agrícola da Encosta do Guadiana, Ldª.

Monte da Caçada – Touriga Nacional – Tinto 2017, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA

Mingorra – Petit Verdot – Tinto 2015, H. Uva, SA

Herdade de São Miguel – Reserva Tinto 2017, Casa Relvas, Ldª.

Senses – Alicante Bouschet – Tinto 2017, Adega Cooperativa de Borba, CRL

Reguengos Garrafeira de Sócios – Garrafeira Tinto 2014, CARMIM – Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, CRL

Vidigueira – Alicante Bouschet – Tinto 2017, Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, CRL

Monte da Caçada – Tinto 2017, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA

Mingorra – Reserva Tinto 2015, H. Uva, SA

AR desde 1956 – Reserva Tinto 2015, Adega Cooperativa de Redondo, CRL

Monsaraz – Reserva Tinto 2017, CARMIM – Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, CRL

Herdade da Pimenta – Grande Escolha Tinto 2017, Logowines, SA

Cartuxa – Tinto 2015, Fundação Eugénio de Almeida

Comente este artigo
Anterior Aflosor promove workshop: investigação e inovação aplicadas ao montado de sobro - 5 de julho - Ponte de Sor
Próximo Governo autoriza despesa no IFAP para melhorar sistema informático de apoios europeus

Artigos relacionados

Sugeridas

Atualização das zonas demarcadas para “Epitrix”

A DGAV informa que foi feita a atualização das zonas demarcadas para Epitrix, divulgada através do Ofício Circular n.º 19/2019. […]

Sugeridas

Acordo de Princípio UE-MERCOSUL – Primeira análise dos termos do acordo

Em 28 junho de 2019 os negociadores da UE e do MERCOSUL chegaram a um acordo político no contexto das negociações do Acordo de Comércio Livre (ACL) entre a UE e o Mercosul, na parte comércio de bens (produtos agrícolas e agroalimentares) […]

Comunicados

FENAREG: Regantes reúnem em Idanha e apresentam prioridades para 2019

[Fonte:FENAREG]
17 de Dezembro de 2018
A 13 de Dezembro, a Associação de Regantes e Beneficiários de Idanha (ARBI) acolheu a 36.ª Assembleia Geral da Federação Nacional de Regantes de Portugal (FENAREG), que apontou como prioridades para 2019 a modernização dos blocos de rega e a apresentação de propostas para uma estratégia nacional de regadio até 2050. […]