I CLBHort: Material propagativo de espécies hortícolas – avanços e desafios futuros  – 2 de Novembro 2017 – Lisboa

I CLBHort: Material propagativo de espécies hortícolas – avanços e desafios futuros – 2 de Novembro 2017 – Lisboa

Os materiais propagativos são cruciais para a obtenção de produtos de qualidade que possam ser competitivos num mercado global. Nesta mesa redonda do I Congresso Luso-Brasileiro de Horticultura, a decorrer a 2 de Novembro, contamos com quatro especialistas de empresas e a instituições que estão diretamente relacionadas com a produção ou com o controlo da qualidade destes materiais.

Durante o debate serão analisados os principais fatores que condicionam a produção e a qualidade dos materiais propagativos, os desafios que os produtores enfrentam, a legislação existente em Portugal, no Brasil e na Europa, bem como o que se perspetiva neste mercado a médio-longo prazo.

Moderador: Jorge Canhoto –(Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra).

  • Participante 1 : Warley Marcos Nascimento (EMBRAPA )
  • Participante 2: Clayton Debiasi (Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior – CBPBI, do Instituto Politécnico de Castelo Branco, Portugal)
  • Participante 3- Paula Carvalho ( DGAV – Direcção Geral de Agricultura e Veterinária)
  • Participante 4 – Orador a designar ( Nunhems / Bayer )
Comente este artigo
Anterior Crédito Agrícola patrocina Festival Alma do Vinho - 21 a 24 de Setembro 2017 - Alenquer
Próximo Missão Empresarial à Feira SuperMinas - 15 a 22 de Outubro 2017 - Brasil

Artigos relacionados

Nacional

Criadores de novas variedades de uva formam aliança contra culturas ilegais

As principais empresas mundiais de desenvolvimento de novas variedades de uvas de mesa formaram uma parceria única para fortalecer os controlos contra plantações ilegais de variedades licenciadas. […]

Eventos

Mesa redonda “Floresta Portuguesa: cada parcela sua sentença? – 23 de novembro – Porto

Assinalando o Dia da Floresta Autóctone, no dia 23 de novembro de 2019, entre as 18h00 e as 19h30, o Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto acolhe, […]

Últimas

Quem disse que o Alentejo não é terra de bambu?

As plantas estão no terreno há dois anos e tudo aponta que na próxima primavera já haja produção de rebentos. Mariano Filannino está […]