I CLBHort: Material propagativo de espécies hortícolas – avanços e desafios futuros  – 2 de Novembro 2017 – Lisboa

I CLBHort: Material propagativo de espécies hortícolas – avanços e desafios futuros – 2 de Novembro 2017 – Lisboa

Os materiais propagativos são cruciais para a obtenção de produtos de qualidade que possam ser competitivos num mercado global. Nesta mesa redonda do I Congresso Luso-Brasileiro de Horticultura, a decorrer a 2 de Novembro, contamos com quatro especialistas de empresas e a instituições que estão diretamente relacionadas com a produção ou com o controlo da qualidade destes materiais.

Durante o debate serão analisados os principais fatores que condicionam a produção e a qualidade dos materiais propagativos, os desafios que os produtores enfrentam, a legislação existente em Portugal, no Brasil e na Europa, bem como o que se perspetiva neste mercado a médio-longo prazo.

Moderador: Jorge Canhoto –(Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra).

  • Participante 1 : Warley Marcos Nascimento (EMBRAPA )
  • Participante 2: Clayton Debiasi (Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior – CBPBI, do Instituto Politécnico de Castelo Branco, Portugal)
  • Participante 3- Paula Carvalho ( DGAV – Direcção Geral de Agricultura e Veterinária)
  • Participante 4 – Orador a designar ( Nunhems / Bayer )
Comente este artigo
Anterior Crédito Agrícola patrocina Festival Alma do Vinho - 21 a 24 de Setembro 2017 - Alenquer
Próximo Missão Empresarial à Feira SuperMinas - 15 a 22 de Outubro 2017 - Brasil

Artigos relacionados

Nacional

Opinião: Milagre de Fátima De Roma a Fátima


Norberto Canha

Rezo ao Criador para que no momento em que se comemora: o centenário do milagre de Fátima, […]

Nacional

APP Portugal promove debate sobre inovação na exportação nacional

O papel da inovação na logística foi o mote para a I Inovation Lab Talks, sob o tema Maritime Logistics Innovation – […]

Últimas

Qualidade da água que abastece Lisboa pode estar em causa devido aos incêndios, dizem investigadores

Um estudo conclui que houve um aumento da eutrofização das águas na bacia do rio Zêzere, consumida na capital e arredores, na sequência […]