10 de Junho. Marcelo chega de “surpresa” a Portalegre

[Fonte: Expresso]

“É chamar à atenção para aqueles `portugais` esquecidos, muitas vezes não são desconhecidos, são conhecidos mas esquecidos e que são tão ou mais importantes do que os `portugais` metropolitanos”, disse Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República falava aos jornalistas no sábado à noite, após um concerto da Banda do Exército, no jardim da avenida da Liberdade, em Portalegre, integrado nas comemorações do 10 de Junho, que este ano decorrem naquela cidade e em Cabo Verde.

Entre abraços e as já tradicionais `selfies` com os populares, o chefe de Estado considerou ainda “uma boa notícia” o avanço da construção da Barragem do Pisão, no concelho do Crato, um projeto hidráulico de fins múltiplos.

“Há uma boa noticia para já, que é a barragem (Barragem do Pisão) que vai arrancar. Se for assim ao mesmo ritmo quer dizer que se está finalmente a olhar para aquilo que normalmente se chama os interiores ou o interior”, disse.

Marcelo Rebelo de Sousa, que visitou ainda as atividades militares complementares que estão a decorrer em Portalegre, integradas nas comemorações do 10 de junho, fez questão de sublinhar a forma “calorosa” com que foi recebido pelos populares.

“Muito calorosa, há aqui uma vibração muito patriótica e foi uma noite, eu tive essa felicidade de partilhar com Exercito português e com povo de Portalegre, daquilo que já não é o começo, que começou ontem (sexta-feira), mas que é a continuação da celebração do 10 de Junho que prosseguirá amanhã (hoje) e que revela que o 10 de Julho talvez devesse ter regressado a Portalegre sem esperar 41 anos”, disse.

Além de sublinhar a “grande adesão” dos populares às atividades militares, Marcelo Rebelo de Sousa, deixou ainda no ar que podem vir a surgir “surpresas” no decorrer das comemorações.

“Tem havido uma grande adesão às atividades militares complementares e eu vi hoje (sexta-feira), ao começo da noite, muitas crianças, muitos jovens e até alguns adultos dentro do avião, no veiculo blindado, fazendo a sua experiencia de mergulho e, portanto, isso é uma animação que não vai parar amanhã (hoje), vai continuar nos próximos dias e há surpresas que podem acontecer”, acrescentou.

Já sobre o concerto da Banda do Exército, o chefe de Estado classificou-o como “muito bom”, sustentando tratar-se de um “equilíbrio” entre uma orquestra e uma escolha “muito variada” de programas, com “grande entusiasmo” popular.

Após abandonar o jardim da avenida da Liberdade, o Presidente da República visitou ainda a Igreja do Bonfim naquela cidade alentejana.

Este domingo está agendada a cerimónia do içar da Bandeira Nacional, com a presença do Presidente da República, pelas 10h15, junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra.

Pelas 10h30, o chefe de Estado visita as atividades militares complementares que estão a decorrer na cidade, seguindo-se, pelas 15h, a inauguração das obras de recuperação, valorização e ampliação do Museu da Tapeçaria de Portalegre – Guy Fino, que envolveram um investimento de 346 mil euros.

O dia termina com um concerto da Banda da Armada, também no palco instalado no jardim da avenida da Liberdade, a partir das 22h.

Na segunda-feira, 10 de Junho, pelas 11h, está prevista a cerimónia comemorativa do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, presidida pelo Presidente da República.

Depois das intervenções do presidente da comissão organizadora, o jornalista e colunista João Miguel Tavares, natural de Portalegre, do chefe de Estado e da imposição de condecorações, segue-se o desfile de forças militares na avenida do Movimento das Forças Armadas e avenida Frei Amador Arrais.

Na cerimónia vai estar também presente o Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, além, pela primeira vez, de uma representação das Forças Armadas de Cabo Verde no desfile.

Para as 18h, está marcada a cerimónia militar do arriar da Bandeira Nacional, junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra.

As comemorações do Dia de Portugal em Portalegre terminam, pelas 22h, novamente com um concerto no jardim da avenida da Liberdade, com a Orquestra Ligeira do Exército.

Comente este artigo

O artigo 10 de Junho. Marcelo chega de “surpresa” a Portalegre foi publicado originalmente em Expresso.

Anterior Las bajadas no dan tregua en los corderos
Próximo Queijo de Serpa: Escola Superior Agrária de Beja apresenta Grupo Operacional SerpaFlora

Artigos relacionados

Comunicados

7.º Relatório Provisório de Incêndios Rurais: 1 de janeiro a 30 setembro

A base de dados nacional de incêndios rurais regista, no período compreendido […]

Sugeridas

Açores querem duplicar produção em modo biológico em 10 anos

[Fonte: Açoriano Oriental]

O Governo Regional dos Açores criou um plano, publicado esta quarta feira em jornal oficial, […]

Últimas

Carne de vaca. Ministro Capoulas Santos diz que Universidade de Coimbra cedeu ao “populismo e à demagogia”

[Fonte: Rádio Renascença]

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, arrasa decisão da Universidade de Coimbra de retirar carne de vaca das cantinas. […]