Von der Leyen exclui cortes na coesão. “É bom investir nas empresas saudáveis em Portugal”

Em entrevista à SIC, a presidente da Comissão Europeia explicou que Bruxelas poderá emitir dívida nos mercados para financiar investimento na recuperação pós-crise Covid-19.

A crise da Covid-19 vai levar a Comissão Europeia a propor que o quadro plurianual financeiro 2021-2027 não inclua cortes nos fundos de coesão, segundo explicou a presidente Ursula von der Leyen, em entrevista à SIC e ao Expresso (acesso pago). Considera que é do interesse de todos os Estados membros que haja investimento nas empresas portuguesas.

“Decerto não haverá cortes na coesão. Isto é absolutamente claro. Porque também é lógico, vamos ter um orçamento europeu muito maior“, diz Ursula von der Leyen. A presidente da Comissão Europeia explicou que será assim alterada a proposta anterior, que apontava para um corte geral de 10% na política de coesão devido à saída do Reino Unido. Para Portugal, a quebra seria de 7% e o Governo português estava contra.

Agora, von der Leyen diz que Bruxelas poderá ir aos mercados financiar-se para permitir o investimento nos próximos um ou dois anos. “Mais coesão para Portugal é importante”, afirmou. “Temos empresas saudáveis em Portugal e é bom investir nestas empresas saudáveis que são importantes para o Mercado Único e para as cadeias de valor. E, como digo, não é apenas do interesse de Portugal, mas de todos os Estados-membros”, acrescentou.

O artigo foi publicado originalmente em ECO - fundos comunitários.

Comente este artigo
Anterior Importância do quadro nutricional para o crescimento saudável dos bovinos
Próximo COVID-19: Ministros da Agricultura da UE-27 pedem medidas adicionais no âmbito da PAC

Artigos relacionados

Nacional

Opinião – Novo sistema da UE ajudará a tornar as nossas crianças mais saudáveis


Phil Hogan, Member of the EC in charge of Agriculture and Rural Development poses for an official portrait.

Tal como muitos países europeus, […]

Sugeridas

“Interior não pode continuar a ser ignorado”, diz Cáritas de Portalegre-Castelo Branco

A Cáritas diocesana já angariou mais de quatro mil euros para ajudar as vítimas dos incêndios de 2019.

O presidente da Cáritas Diocesana de Portalegre–Castelo Branco diz que o interior “não pode continuar a ser ignorado” e a “ser pasto de chamas”. […]

Nacional

Agrozapp selecionado para participar no Web Summit 2017

De 6 a 9 de novembro, o agrozapp vai marcar presença no Web Summit para apresentar os seus mais recentes desenvolvimentos para o setor Agrícola. […]