Veracruz é o ‘Investimento que marca’

Veracruz é o ‘Investimento que marca’

2.000 hectares de amendoal intensivo e super intensivo no interior do país e planos para chegar aos 5.000. O Fundão e a Idanha foram os locais escolhidos pela empresa luso brasileira Veracruz para o arranque de um investimento que inclui uma unidade de descasque e processamento de amêndoa.

O projeto foi criado por dois sócios, o brasileiro David Carvalho (com origens portuguesas) e o português Filipe Rosa que estão nesta fase a alargar a compra de terra na região da Beira, aproveitando as boas condições edafo-climáticas para a produção e a disponibilidade de água. A produção deve destinar-se à exportação.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior António Alberto Gonçalves Ferreira homenageado com Prémio Personalidade Armando Sevinate Pinto
Próximo Portugal Fresh é a ‘Organização de Produtores que marca’

Artigos relacionados

Nacional

Macron e a China

O presidente da França, Macron, visitou oficialmente a China. Retribuiu, assim, a visita do presidente chinês, Xi Jinping, a Paris, em março passado. […]

Últimas

Alentejo: “Se produzíssemos mais, vendíamos mais” porcos à China

[Fonte: Tribuna Alentejo] Do matadouro da Maporal, em Reguengos de Monsaraz, saem todas as semanas perto de 150 toneladas de carne com destino ao oriente. […]

Últimas

Há uma praga verde no Guadiana e Alqueva responde com tecnologia anfíbia

Há uma praga no Guadiana que ameaça cobrir de verde as superfícies dos cursos de água e das albufeiras. A praga tem um nome: Jacinto. […]