Validade dos Cartões de Aplicadores de Produtos Fitofarmacêuticos, Técnicos Responsáveis e Operadores de Venda

Validade dos Cartões de Aplicadores de Produtos Fitofarmacêuticos, Técnicos Responsáveis e Operadores de Venda

Foi publicado pela DGAV – Direção-Geral de Alimentação e Veterinária o Despacho n.º 17/G/2020, de 14 de abril, que procede à actualização despacho n.º 13/G/2020, de 23 de março do corrente ano, com retificação da validade definida a título excecional relativas à situação epidemiológica do novo Coronavírus para os cartões de identificação de Técnicos Responsáveis, Operadores de Venda e Aplicadores de Produtos Fitofarmacêuticos.

Despacho n.º 17/G/2020

Técnicos responsáveis, operadores de venda e aplicadores de Produtos fitofarmacêuticos

O despacho n.º 13/G/2020, de 23 de março do corrente ano, foi elaborado tendo por base o disposto no número 1 do art.º. 16.º do Decreto-Lei n.º 10-A/2020, de 13 de março que estabelece medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica do novo Coronavírus – COVID 19, e veio proceder à divulgação da possibilidade de serem estendidos os prazos de validade dos cartões de identificação dos técnicos responsáveis, operadores de venda e aplicadores de produtos fitofarmacêuticos incluindo aplicadores especializados.

Atendendo à Declaração de Retificação n.º 11-B/2020, entretanto publicada e que introduz correções ao mencionado artigo 16.º do referido Decreto-lei, importa igualmente proceder à devida correção do Despacho n.º 13/G/2020.

Assim, devem entender-se como válidos os cartões de identificação dos técnicos responsáveis, operadores de venda e aplicadores de produtos fitofarmacêuticos, incluindo aplicadores especializados, cujo prazo de validade expire a partir da data de entrada em vigor do Decreto-Lei n.º 10-A/2020 ou nos 15 dias imediatamente anteriores.

14 de abril de 2020

O Diretor Geral

Fernando Bernardo

Subscreva as nossas newsletters aqui.

Comente este artigo
Anterior Comércio deve reabrir em maio mas com material de proteção e transportes
Próximo ​Macedo de Cavaleiros lança campanha de incentivo ao consumo de produtos locais

Artigos relacionados

Últimas

Mais de mil milhões de euros do Programa de Desenvolvimento Rural ainda estão por executar

A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) alertou esta quarta-feira que há “mais de mil milhões de euros por executar” no Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), […]

Nacional

Produtores de mirtilo mostram interesse em tornar a fileira mais forte

O 9.º Encontro Nacional do Mirtilo encerrou com um balanço que a organização, a cargo da Associação Nacional de Produtores de Mirtilo (ANPM) e da Cooperativa Agrícola Agroguarda, […]

Últimas

ADIADO – Ação de Formação – TOPPS – Water Protection – 30 e 31 de março – Coruche

A CAP, através do seu Centro de Formação Agrícola de Almeirim, vai realizar, em 2020, 5 ações do projeto TOPPS Water Protection, em parceria […]