COVID-19: Validade de Cartões – Técnicos responsáveis, operadores de venda e aplicadores de Produtos fitofarmacêuticos

COVID-19: Validade de Cartões – Técnicos responsáveis, operadores de venda e aplicadores de Produtos fitofarmacêuticos

Atendendo ao disposto no ponto 6 do art.º. 9.º do Decreto-Lei n.º 10-A/2020, que entrou em vigor a 13 de março, data da sua publicação, não deverão ser realizadas ações de formação presenciais destinadas a agricultores, privilegiando-se na medida do possível, a continuidade formativa teórica por meios electrónicos, incluindo, se apropriado, o recurso a plataformas electrónicas partilhadas, publicamente disponíveis ficando apenas suspensa a componente prática, a realizar logo que seja possível, depois de passado este período de emergência.

Considerando a esta situação poderá estar comprometida para alguns, técnicos responsáveis, operadores de venda e aplicadores de produtos fitofarmacêuticos a possibilidade de cumprimento do disposto na Lei n.º 26/2013, de 11 de abril, no que respeita aos prazos para a renovação da respetiva habilitação.

Neste excecional contexto, e por forma a ser garantida a continuidade da capacidade produtiva nacional, essencial para o abastecimento da cadeia alimentar, e atendendo ao disposto no numero 1 do art.º. 16.º do Decreto-Lei n.º 10-A/2020, de 13 de março, devem entender-se como válidos os cartões de identificação dos técnicos responsáveis, operadores de venda e aplicadores de produtos fitofarmacêuticos incluindo aplicadores especializados cujo prazo de renovação tenha expirado ou venha a expirar após a data de entrada em vigor do referido decreto-lei ou nos 15 dias imediatamente anteriores ou posteriores.

Despacho nº 13/G/2020

Fernando Bernardo

Comente este artigo
Anterior Campo e cidade, estamos unidos nesta luta!
Próximo Medidas excecionais de proteção pecuária associadas à emergência sanitária da COVID-19

Artigos relacionados

Comunicados

Pedido único 2017 – apresentação de candidaturas

[Fonte: IFAP]

O período de apresentação das candidaturas ao Pedido Único (PU), para o ano de 2017, […]

Comunicados

Tempestade Tropical – Ministério Da Agricultura tem que rapidamente fazer o levantamento de prejuízos e criar medidas de apoio

Os prejuízos com o furacão do passado dia 13 de Outubro são avultados, principalmente na zona do Baixo-Mondego, nas estruturas agrícolas (estufas e barracões agrícolas) e na produção de milho. […]

Últimas

Vinhais tem meio milhão de euros para investir no fumeiro

O fumeiro é dos produtos com maior peso económico em Vinhais, concelho do distrito de Bragança. Enchidos tradicionais movimentam cerca de seis milhões de euros por ano nesta região. […]