Uma história de pasmar – António Barreto

Uma história de pasmar – António Barreto

Foi doado mais dinheiro do que era necessário. Parte do dinheiro foi mal gasto, outra parte não foi sequer levantada.

Em Junho de 2017, na região de Pedrógão Grande e municípios vizinhos, um fogo florestal destruiu vidas, fazenda e empresas. Tratou-se de um dos incêndios mais mortíferos de que há registo em Portugal e no mundo desde 1900. Resultaram 65 mortos, sendo que, três meses depois, mais 50 se acrescentariam noutras localidades da região Centro. Os acontecimentos comoveram a opinião pública nacional e estrangeira.

ESTE CONTEÚDO É EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

O artigo foi publicado originalmente em Público.

Comente este artigo
Anterior Los precios del porcino alcanzan su nivel más alto de los últimos 5 años
Próximo O futuro da alimentação - Francisco Avillez

Artigos relacionados

Nacional

Pedido de financiamento pode ser feito em poucas horas

A importância dos fundos europeus para o crescimento da economia real nacional é inegável, de acordo com os especialistas ouvidos pelo Jornal Económico. […]

Últimas

Continental fornece pneus para tractores da John Deere

A Continental estabeleceu uma parceria com a John Deere, no âmbito da qual vai produzir pneus agrícolas para os equipamentos da série 6 da John Deere (6MC, […]

Nacional

Seminário Internacionalização da Portugal Fresh em Oliveira do Bairro

Home Agenda Seminário Internacionalização da Portugal Fresh em Oliveira do Bairro

Decorre na tarde de 16 de Maio, […]