UE/Presidência: Suplementos alimentares a crescer mas é preciso garantir segurança – ministra

UE/Presidência: Suplementos alimentares a crescer mas é preciso garantir segurança – ministra

A ministra da Agricultura notou hoje que o setor dos suplementos alimentares está a crescer perante a alteração dos hábitos de consumo, sublinhando que é necessária uma abordagem multidisciplinar para garantir a segurança dos alimentos.

“O setor dos suplementos alimentares está a crescer, cada vez mais”, afirmou Maria do Céu Antunes, na conferência de alto nível dedicada a esta temática, organizada pelo Ministério da Economia, explicando que esta evolução se deve, sobretudo, à alteração dos hábitos de consumo.

Durante a sessão de encerramento da conferência, a governante referiu que este setor apresenta “constante inovação”, desafios e também oportunidades.

A titular da pasta da Agricultura considerou ainda que a digitalização “é essencial” para fazer face aos novos desafios, sobretudo, devido à pandemia de covid-19, incluindo a garantia da segurança dos alimentos.

Neste sentido, recordou que a estratégia “Do Prado ao Prato” vai também ter um papel essencial no que diz respeito à segurança alimentar, saúde animal e sanidade vegetal.

Por outro lado, Maria do Céu Antunes defendeu que o sistema alimentar dever ser olhado tendo por base uma abordagem multidisciplinar “mais eficiente e baseada numa avaliação de risco”, onde todos os setores são incluídos.

Ainda no âmbito dos suplementos alimentares, a ministra lembrou que para “terem expressividade no mercado” têm que cumprir todos os requisitos exigidos.

Comente este artigo
Anterior Sem milho não há país - Jorge Neves
Próximo PS Açores defende adoção de medidas concretas para melhorar rendimento dos agricultores Açorianos

Artigos relacionados

Nacional

Cinco novas soluções da Syngenta para protecção de culturas

Ampexio C, Amistar Top, Carial Top, Affirm Opti e Costar são cinco novas soluções da Syngenta para controlo de pragas e doenças em vinha, […]

Nacional

Escola Agrária de Coimbra comercializa cabazes de Natal com produtos próprios

A Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC) colocou à venda cabazes de Natal com produtos agroalimentares produzidos nos terrenos agrícolas daquele estabelecimento de ensino. […]

Nacional

Área Demarcada para a Xylella fastidiosa foi redefinida após novas deteções

Na sequência da primeira deteção da presença da bactéria Xylella fastidiosa subsp. multiplex (janeiro 2019) numa sebe ornamental de Lavandula dentata, em Vila Nova de Gaia, […]