Tetra Pak aposta em Fábrica do Futuro e em Embalagens Conectadas

Tetra Pak aposta em Fábrica do Futuro e em Embalagens Conectadas

A Tetra Pak anunciou a aposta em soluções de produção industrial inovadoras que incluem a criação da “fábrica do futuro”, recorrendo à utilização da Inteligência Artificial, o lançamento de uma plataforma para embalagens conectadas, e a criação de um programa de avaliação energética em parceria com a ABB, empresa líder em redes elétricas, produtos de eletrificação, automação industrial e robótica e movimento. Através destas iniciativas, a Tetra Pak tem como objetivo o aumento da eficiência, a redução de custos, e a diminuição de impactos ambientais.

Com o propósito de encontrar alternativas que permitam modernizar o seu próprio processo produtivo e o dos seus clientes e parceiros, a Tetra Pak comunicou o lançamento de várias iniciativas no contexto da sua estratégia de inovação:

• Plataforma para embalagens conectadas, que irá permitir transformar as embalagens produzidas pela empresa em canais de informação interativos, funcionando como ferramentas digitais de suporte e geradoras de dados relevantes para produtores, retalhistas e consumidores;

• Projeto da “fábrica do futuro”, com aplicação de tecnologias digitais baseadas em Inteligência Artificial que permitem mudar a forma como a indústria alimentar opera, podendo as máquinas comunicar entre si e com os sistemas digitais responsáveis pela totalidade das operações, conseguindo decisões mais rápidas, uma maior velocidade de produção, a redução de erros e a minimização do desperdício;

• Programa pioneiro de avaliação energética digital, realizado em parceria com a ABB, com o objetivo de ajudar os produtores alimentares a reduzir custos e o seu impacto ambiental.

Para Emmerson Beraldi, Service Director da Tetra Pak Ibéria e principal responsável pela área de inovação, “estas iniciativas representam um importante passo no contexto do processo de evolução estratégica da Tetra Pak em termos de inovação. A enorme competitividade a que estamos a assistir obriga-nos a continuar a olhar para as soluções que utilizamos com um espírito crítico e a repensar as ferramentas que utilizamos. Só desta forma poderemos continuar a prestar o melhor serviço a clientes e parceiros, tendo sempre como prioridade a melhoria da eficiência do processo produtivo, a redução de custos e a diminuição dos impactos ambientais”.

Plataforma para embalagens conectadas

Com este projeto, será possível transformar “simples” embalagens de sumo ou leite em autênticos canais de informação interativos. Estas embalagens, que já têm sido testadas em alguns países, abrem inúmeras possibilidades a todas as partes envolvidas, trazendo benefícios para produtores (proporcionando uma maior rastreabilidade e monitorização do desempenho do produto no mercado e obtendo dados que permitem a melhoria do processo produtivo, do controlo de qualidade ou da transparência da cadeia de distribuição); para retalhistas (dotando-os de uma maior visibilidade sobre a cadeia de distribuição e de insights em tempo real e possibilitando uma melhor gestão de stocks, o alerta para o surgimento de problemas ou a monitorização do desempenho das entregas); e para consumidores (garantindo o acesso a vastas quantidades de informação, como data e local de produção, ciclo de distribuição, locais de reciclagem, entre outros).

“Fábrica do Futuro”

No âmbito do projeto da “fábrica do futuro, a Tetra Pak destaca a aplicação de tecnologias digitais através de soluções baseadas em inteligência artificial. Colocando em comunicação as máquinas e os sistemas digitais responsáveis pela totalidade da operação, torna-se possível automatizar tarefas de diagnóstico de problemas ou de processamento de encomendas e entregas, por exemplo. Deste modo, a componente humana poderá focar-se na gestão dos complexos industriais, tomando decisões rápidas e mais informadas, aumentando a velocidade da produção, reduzindo erros e minimizando o desperdício de produtos. Neste contexto, a Tetra Pak está a trabalhar com parceiros como a Microsoft, a ABB, a SAP e a Elettric80, uma empresa responsável por soluções de logística automatizada.

Programa de avaliação energética digital

Numa colaboração estratégica que combina as soluções digitais da ABB Ability™ e a especialização única da Tetra Pak na indústria alimentar, este programa pioneiro de avaliação energética digital foi desenvolvido especificamente para produtores alimentares. Fazendo uma avaliação à totalidade de uma fábrica, este programa ajuda os empresários a identificar ineficiências, minimizando o impacto ambiental e maximizando a rentabilidade dos seus recursos. Através desta solução, é possível receber recomendações para a redução do consumo energético, representando um potencial enorme na redução das emissões de carbono. Baseado em projetos-piloto realizados no continente americano, o programa poderá potencialmente reduzir as emissões de carbono na indústria alimentar e de bebidas e reduzir o custo energético entre 15% a 25%.

Comente este artigo
Anterior Jornadas internacionais: O aproveitamento Resineiro
Próximo Empresa holandesa procura produtores portugueses de cogumelos ostra

Artigos relacionados

Cotações ES

El mercado de las canales de vacuno se mantiene estable

[Fonte: Agropopular – Cotações]

Repetición generalizada en la tablilla de las canales de vacuno, consolidando los precios, en un mercado donde los machos continúan aclimatándose tras el parón en el mercado turco.
La situación del mercado del vacuno sigue siendo favorable para los machos cruzados, […]

Últimas

Cooperativa Agrícola de Bebedouro, há 50 Anos a servir os Agricultores

A Cooperativa Agrícola de Bebedouro, associada da CONFAGRI, celebra no próximo sábado, 3 de Março, o seu 50.º Aniversário, numa Cerimónia que incluí uma Sessão Solene com a presença do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos.
Para José Marques, Presidente da Cooperativa, “nesta data em que se assinala a comemoração do meio século desta Cooperativa queremos, […]

Comunicados

Comissão de Defesa dos Produtores de Leite da Região de Aveiro solicita reunião à PROLEITE por causa da situação do Sector Leiteiro na Região

A “Comissão de Defesa dos Produtores de Leite da Região de Aveiro” formada para acompanhar a situação – que continua a degradar-se – do Sector Leiteiro da Região, acaba de solicitar uma reunião à Direcção da PROLEITE (Oliveira do Azeméis), onde, entre outros assuntos, possam abordar:

O escoamento e o preço do Leite na Produção – situação e perspectivas, […]