Tem mais de 100 galinhas poedeiras? Conte-as. Tem de as declarar em Fevereiro

Tem mais de 100 galinhas poedeiras? Conte-as. Tem de as declarar em Fevereiro

A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária relembra que, no mês de Janeiro, decorre mais um período obrigatório de Declarações de Existências de Galinhas Poedeiras. Até 29 de Fevereiro, todos os produtores com mais de 100 galinhas poedeiras terão de as declarar, obrigatoriamente e sob pena de ocorrer em coima.

No mês de Fevereiro, decorre mais um período obrigatório de Declarações de Existências de Galinhas Poedeiras, conforme Aviso da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, publicado aqui.

A declaração de existências poderá ser efectuada directamente pelo produtor, online, aqui, ou em alternativa em qualquer departamento dos Serviços de Alimentação e Veterinária Regionais (DSAVR).

Segundo o director-geral de Alimentação e Veterinária, Fernando Bernardo, “todos os detentores de galinhas poedeiras ficam obrigados a declarar os efectivos que possuíam, à data de 1 de Fevereiro”.

Quem está isento da Declaração?

Segundo o Aviso da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, estão isentos da declaração de existências de galinhas poedeiras:

  • Os estabelecimentos de galinhas poedeiras com menos de 350 aves;
  • Os estabelecimentos de criação de galinhas poedeiras reprodutoras.

Obrigatoriedade

De acordo com a legislação, e suas alterações, todas as explorações de aves são identificadas pela marca de exploração, constituída por um código único que localiza a exploração no território nacional. A sua atribuição é competência da DGAV.

Todas as explorações de aves são registadas na base de dados do SNIRA e o detentores são responsáveis pela correcta identificação e registo dos seus animais.

Os detentores de aves são obrigados a declarar periodicamente as alterações aos seus efectivos, bem como a proceder anualmente à declaração de existências de acordo com os procedimentos a estabelecer por despacho do director-geral de Alimentação e Veterinária.

Agricultura e Mar Actual

Subscreva as nossas newsletters aqui.

Comente este artigo
Anterior Floresta. Porquê Certificar? The Navigator explica as vantagens
Próximo Oferta de emprego - Engenheiro Agrónomo - Viana do Castelo

Artigos relacionados

Eventos

Workshop “A cultura da Colza” – 10 de dezembro – Elvas

O Grupo Operacional OleoColza vem convidá-lo a participar no WORKSHOP “A CULTURA DA COLZA” […]

Comunicados

PDR2020 em contacto consigo

A atual situação de emergência nacional e internacional em que mergulhámos há oito meses, e que se deverá prolongar por outros tantos meses no próximo ano, […]

Nacional

Póvoa de Lanhoso: Entidades locais sensibilizam e informam a respeito de prevenção de incêndios florestais


Autarquia da Póvoa de Lanhoso, GNR e Bombeiros locais, assim como Juntas de Freguesia e Paróquias são as entidades envolvidas na dinamização de sessões de sensibilização e informação às populações a respeito da nova legislação para a realização de queimas e queimadas florestais e da obrigatoriedade de se proceder à […]