Taste Up: Programa de aceleração de turismo gastronómico e enoturismo em roadshow por 50 municípios

O Taste Up, programa de aceleração promovido pelo Turismo de Portugal, os Territórios Criativos e a Aptece — Associação Portuguesa de Turismo de Culinária e Economia, desenhado para apoiar, através de formação e mentoria, projectos de empreendedorismo na área do turismo gastronómico e enoturismo já tem as candidaturas abertas.

O objectivo do programa é aliar a tradição à inovação na gastronomia e trabalhar as tendências do futuro do turismo gastronómico, explorando e aplicando conceitos inovadores.

Roadshow por 50 municípios

O roadshow passará por 50 municípios, nos quais será dinamizada uma oficina de capacitação e divulgação do programa, onde serão apresentados os programas de aceleração e dinamizadas sessões de formação sobre oportunidades e tendências no turismo, turismo gastronómico e enoturismo, e empreendedorismo e proposta de valor.

Os empreendedores interessados, podendo ser de qualquer parte do País, deverão participar nas oficinas de selecção onde terão apoio para as candidaturas online (aqui).

Seleccionados 36 projectos

Serão seleccionados 36 projectos que terão a oportunidade de desenvolver os seus negócios através da participação em dois boocamps, cada um constituído por dois dias intensivos de mentoria e formação.

Fornos de Algodres e Loures irão acolher o 1.º e 2.º Bootcamp respectivamente nos dias 25 e 26 de Outubro, e 22 e 23 de Novembro. As mentorias aos projectos terão lugar nos dias 7 e 18 de Novembro.

O grande vencedor do Taste Up será apurado no dia 5 de Dezembro, no Observatório do Sobreiro e da Cortiça, em Coruche , numa sessão de pitch, em que os empreendedores irão fazer a apresentação dos seus projectos perante um júri constituído por investidores, gestores de empresas e representantes de instituições públicas e privadas. Esta sessão ocorrerá em simultâneo com a final do Tourism Up , estando por isso cerca de 50 municípios representados.

Prémios

O vencedor receberá 5.000 euros e mais 500 euros (SEO), sendo que o 2.º e 3.º lugar receberão 1.000 euros e 500 euros respectivamente. Todos os empreendedores terão, ainda, a oportunidade de aceder à rede de parceiros.

Os empreendedores interessados, podendo ser de qualquer parte do País, poderão candidatar-se online ou participar nas oficinas cujas datas estão disponíveis aqui.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Amazónia: Bolsonaro agradece a chefes de Estado e diz que crise no G7 foi superada
Próximo Luxemburgo recusa apoiar acordo com Mercosul se Brasil não proteger a Amazónia

Artigos relacionados

Nacional

Governo altera medida destinada à melhoria da eficiência dos regadios

“A redução dos investimentos decorrente da alteração de legislação, apesar de não pôr em causa o objetivo das candidaturas, […]

Últimas

Declaração da Situação de Alerta – 06 a 07 de agosto

Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio rural, os Ministros da Defesa Nacional, da Administração […]

Últimas

Rita Barradas designada gestora do Programa de Desenvolvimento Rural

O Governo designou Rita Barradas como nova gestora do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020, em substituição de Gabriela Freitas, avançou à Lusa o Ministério da Agricultura. […]