Serviços dos ecossistemas vão ser remunerados

Serviços dos ecossistemas vão ser remunerados

[Fonte: Vida Rural]

Já foi publicada (30 de julho) em Diário da República a resolução do Conselho de Ministros que aprova a primeira fase do Programa de Remuneração dos Serviços dos Ecossistemas em Espaços Rurais, uma iniciativa que tem como objetivo promover a biodiversidade dos territórios.

A primeira fase do Programa de Remuneração dos Serviços dos Ecossistemas em Espaços Rurais, agora aprovada, tem como objetivo desenvolver, entre 2019 e 2038, um modelo de remuneração aos proprietários dos serviços prestados pelos ecossistemas, mediante a adoção de medidas que permitam restaurar, valorizar, e proteger a biodiversidade nas áreas definidas.

Em Conselho de Ministros ficou definida uma dotação orçamental no valor de 3, 7 milhões de euros, sendo que os encargos não podem exceder, em cada ano económico, os seguintes montantes:

  • 2019: 504 365,00 euros;
  • 2020: 1 080 064,00 euros;
  • 2021: 111 653,00 euros;
  • 2022: 200 262,00 euros;
  • 2023 e anos seguintes até 2037: 111 653,00 por ano;
  • 2038: 166 566,00 euros.

Em Diário da República pode ler-se que a nova política de remuneração dos serviços dos ecossistemas em espaços rurais “apoia-se no reconhecimento dos muitos contributos importantes que estes espaços podem fornecer para o bem-estar da sociedade, numa perspetiva de longo prazo, não valorizados pelo mercado, tais como o controlo da erosão, o sequestro de carbono, a regulação do ciclo hidrológico, a conservação da biodiversidade, a redução da suscetibilidade ao fogo e a melhoria da qualidade da paisagem.”

Consulte a resolução do Conselho de Ministros aqui.

Comente este artigo

O artigo Serviços dos ecossistemas vão ser remunerados foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior Brasil desenvolve tomate para vencer o desafio das altas temperaturas
Próximo Parlamento insta Governo a declarar estado de emergência climática

Artigos relacionados

Nacional

II Jornadas Técnicas das Prunóideas na Covilhã a 20 de Novembro

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]
A Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, acolhe, a 20 de Novembro, […]

Nacional

“Ébola” suína afeta cadeia alimentar mundial

[Fonte: Jornal de Negócios]

A China, responsável por metade dos suínos do mundo, identificou a primeira ocorrência da gripe suína africana em agosto de 2018, […]

Nacional

Aviso para candidaturas de empresas afetadas pelos incêndios deve abrir na sexta-feira


O aviso para a submissão de candidaturas de empresas afetadas pelos incêndios na região Centro deve abrir na sexta-feira, […]