Seminário sobre problemas fitossanitários emergentes na Frutitec

Seminário sobre problemas fitossanitários emergentes na Frutitec

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Realiza-se a 22 de Março o seminário “Problemas fitossanitários emergentes”, no âmbito da Frutitec, certame que decorre na Feira Internacional de Lisboa entre 22 e 24 de Março. Este seminário é organizado pelo Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (Cothn), pelo AGROi9 Fruticultura, pelo AGROi9 Horticultura e pela Associação Portuguesa de Kiwicultores (APK).

No evento, vão ser abordados «alguns exemplos de problemas fitossanitários com dimensão crescente, que necessitam cada vez mais de atenção e respectivos planos de contingência para lhes fazer face». De acordo com o programa, irá falar-se do percevejo asiático (Halyomorpha halys), da Bratocera dorsalis («nova mosca da fruta»), da Xylella fastidiosa, dos psilídeos vectores da Candidatus liberibacter e da Trioza eritrae, bem como de “Planos de contingência contra inimigos emergentes”.

A entrada no seminário “Problemas fitossanitários emergentes” é gratuita, mediante inscrição. Pode consultar aqui o programa deste evento.

Notícias relacionadas




Comente este artigo

O artigo Seminário sobre problemas fitossanitários emergentes na Frutitec foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Anterior Nova técnica de reprodução em foco na conferência iPlanta
Próximo Ministro afirma que mobilização na limpeza dos terrenos é superior ao ano passado

Artigos relacionados

Notícias meteorologia

Previsão de longo prazo – 07 out. a 03 nov. 2019

Precipitação total com valores abaixo e temperatura média semanal com valores acima do normal […]

Nacional

Oportunidades para os Açores superiores aos cortes na coesão e agricultura, diz CE

[Fonte: Jornal de Negócios]

“Apesar de no papel poder parecer que os Açores estão em posição de receber menos dinheiro na agricultura, […]

Nacional

Incêndios. Já foram “instaladas” mais de um milhão de árvores no Pinhal de Leiria

[Fonte: Rádio Renascença]
Foram reflorestados 1.093 hectares do Pinhal do Rei com mais de 20 espécies florestais,” […]