Seminário GS1 Portugal de Supply Chain: Gestão 4.0 com Inovação e Sustentabilidade – 5 de março – Lisboa

Seminário GS1 Portugal de Supply Chain: Gestão 4.0 com Inovação e Sustentabilidade – 5 de março – Lisboa

A GS1 Portugal organiza a 1ª edição do Seminário de Supply Chain, subordinado ao tema “Gestão 4.0 com Inovação e Sustentabilidade”. O novo paradigma da cadeia de abastecimento resultante da transformação digital estará em destaque neste encontro que debaterá a importância do acesso a dados de qualidade, de logística e transportes, do planeamento urbano e conectividade, bem como da forma como as competências dos líderes poderá determinar a inovação nos negócios.

O tema do Seminário, “Gestão 4.0 com Inovação e Sustentabilidade”, será o mote para uma reflexão sobre dinâmicas transversais à economia nacional e à cadeia de abastecimento das empresas, com o contributo e visão crítica de especialistas em data science, logística e transportes, planeamento urbano e conectividade, recursos humanos, retalho e distribuição.

O 1.º Seminário de Supply Chain da GS1 Portugal, entidade responsável pela introdução do código de barras no nosso país, decorre a 5 de março, a partir das 9h30, no Campus do Lumiar, em Lisboa. O encontro terá como ponto altoum painel-debate sobre o “novo paradigma da supply chain 4.0” com a participação de algumas das maiores empresas a operar no retalho, nomeadamente, Auchan, Nestlé, Sociedade Central de Cervejas, Sonae MC e Vitacress, com representantes já confirmados.

O Seminário GS1 Portugal de Supply Chain contará com a presença do Secretário de Estado do Planeamento, José Gomes Mendes, que fará aabertura do evento com uma abordagem dirigida às micro, pequenas e mádias empresas (PME), incidindo sobre soluções que promovam a transformação digital das empresas.

Ao longo do dia será possível assistir a várias intervenções de especialistas, seguidas de sessões de perguntas e respostas, nomeadamente, logo após o painel-debate, a intervenção de Miguel Castro Neto, coordenador da pós-graduação em “Smart Cities” da Nova Information Management School (IMS), sobre o tema “Conectividade: Smart Cities: Urbanismo, Mobilidade eLogística”. No período da tarde, Fernando Matos, presidente da Data Sience Portuguese Association fará uma reflexão sobre a importância do acesso adados no processo de tomada de decisão dos gestores. Em seguida o tema da “logística e transporte como fator de diferenciação estratégica” será analisado por Rui Rufino, representante da APLOG – Associação Portuguesa de Logística e Transporte. A encerrar a sessão vai estar João Silveira Lobo, professor da NOVA SBE Executive Education, que abordará o “papel dainovação nas competências digitais dos novos líderes”.

O evento terá como novidade a possibilidade de participação por parte do público, quer em sessões de perguntas e respostas, quer através do recurso a suportes digitais, de que é exemplo a app do evento já disponível. Nesta app é possível, também, consultar toda a informação sobre o evento desde o programa até a informações sobre os oradores.

Seminário GS1 Portugal de Supply Chain

  • Quinta-feira, 5 de março, das 9h30 às 17h30
  • Auditório do IAPMEI – Estrada do Paço do Lumiar, Campus do Lumiar, Edificio L, 1649-038, Lisboa

→ Inscrição ←

Comente este artigo
Anterior Colecção de mil variedades de árvores, num centro experimental em Tavira, cortada por uma estrada
Próximo Workshop em Armamar sobre gestão de rega em fruteiras - 11 de março

Artigos relacionados

Últimas

Alandroal: Empresa produtora de alimentos biológicos lança cabazes solidários para ajudar quem precisa

Nestes tempos de crise causada pela pandemia da Covid-19 muitas têm sido as acções solidárias que têm surgido de forma a minimizar as […]

Nacional

Governo e CAP concordam com limites na divisão de terras nas heranças

O limite de divisão de terras nas heranças proposto pelo Governo é visto como uma boa solução pela Confederação dos Agricultores de Portugal. […]

Últimas

Covid-19: Confinamento está a ser “muito sentido” na venda de vinhos da Beira Interior

O presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior (CVRBI) admitiu hoje que o novo confinamento está a ser “muito sentido” no setor devido à redução no consumo e na comercialização de vinhos. […]