Seca deverá desagravar em Novembro.

Seca deverá desagravar em Novembro.

A  seca está a atingir dimensões preocupantes, após um Inverno seco, as condições neste início de Outubro estão a ser marcadas por pouquíssima água nos solos e rios.

É verdade que durante o Verão ocorreram trovoadas e que até se observaram anomalias positivas da precipitação em alguns locais, mas no nosso clima é essencial que chova muito no Inverno para que as reservas de agua sejam recarregadas e se mantenham durante a estação seca.

Neste momento as condições meteorológicas continuam a favorecer tempo seco e mais quente do que o normal, um cenário que foi correctamente previsto por nós nas previsões trimestrais e mensais.

Esperamos assim que a seca se agrave em Outubro.

No entanto tudo indica que em Novembro se dará uma alteração de padrão.

Esperamos que as perturbações se coloquem mais próximas ao território e que se gere um fluxo mais perturbado de noroeste, que trará chuva e tempo consideravelmente mais fresco.

Este tipo de padrão não costuma ser muito favorável ao Alentejo e Algarve, mas já deverá aliviar um pouco as condições de falta de água no norte e centro. Especialmente nas áreas montanhosas e pontos do litoral.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em BestWeather.

Veja a previsão do tempo e a melhor altura para pulverizar na nossa página de Meteorologia powered by Syngenta.

Anterior Cooperativa dos Agricultores de Mangualde promove sessões de divulgação da Bolsa de Terras
Próximo Impostos na energia, água e ambiente: as ideias dos partidos

Artigos relacionados

Últimas

Banco Mundial. Moçambique nos dez países que mais ajudam os agricultores

Moçambique está entre os quatro países da África subsaariana e entre os dez países no mundo que mais reformas criou para ajudar os agricultores, […]

Eventos

Acção informativa ensina como certificar, instalar e manter povoamentos de eucalipto – 31 de Março 2017 – Santiago do Cacém

Acção de informação destinada a proprietários de Santiago do Cacém, que acontece na próxima sexta-feira, 31 de Março, na ADAL (Associação de Desenvolvimento do Litoral Alentejano) já tem o seu programa fechado. […]

Últimas

“Coesão vai ter uma percentagem dedicada a melhorar a nossa relação com o ambiente”, diz Elisa Ferreira

Elisa Ferreira defende que “está em curso uma revolução ambiental muito grande, que vai obrigar a que se repense todo o processo produtivo [ou] a própria agricultura”. […]