Sapec Agro Business apresenta resultados anuais

Sapec Agro Business apresenta resultados anuais

O grupo Sapec Agro Business apresentou os seus resultados anuais, com término em Junho de 2018, em que foram registadas vendas de 250 milhões de euros, «um crescimento sustentado comparativamente com o ano anterior», afirma um comunicado da empresa. Também foi registado um Ebitda (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) de 53 milhões de euros, um «aumento significativo», de «mais de 25% em relação ao ano anterior».

A empresa salienta que este resultado «é predominantemente orgânico, uma vez que as recentes aquisições do grupo foram concluídas no final do ano», e que estas aquisições «contribuirão substancialmente para a rentabilidade do grupo no futuro». O CEO do grupo, Eric van Innis, considera que «apesar das dificuldades, o ano foi um dos mais extraordinários, alcançando crescimento, forte rentabilidade, lançamentos de produtos altamente inovadores e novas aquisições sinérgicas e complementares que, combinadas, possibilitam o crescimento sustentável da Sapec Agro Business como um player global de referência na protecção de culturas».

O comunicado sublinha também que «os mercados internacionais, onde o grupo tem presença forte, continuam a oferecer oportunidades crescentes para os negócios de protecção e nutrição de culturas, especialmente na América Latina, Europa de Leste e Ásia». A Sapec Agro Business opera em duas áreas de negócio – protecção e nutrição de culturas –, representadas maioritariamente pelas empresas Ascenza (fitofarmacêuticos; ex-Sapec Agro), Tradecorp (nutrientes), Idai Nature (biopesticidas) e SDP (adjuvantes).

Olhando para o exercício anterior, é referido o rebranding da marca principal do negócio de protecção de culturas, a Sapec Agro, em Novembro último. A empresa destaca que «os resultados apresentados são fruto de um investimento continuado da Sapec Agro Business em pesquisa, desenvolvimento e inovação» e que «a aposta do grupo em inovação resultou no lançamento de um grande número de produtos diferenciados, especificamente adaptados às necessidades dos mercados agrícolas onde o grupo está presente, actualmente em mais de 70 países».

Entre outras soluções, «o grupo lançou em 2018 o primeiro quelante de ferro biodegradável a 8,2%, estável sob condições alcalinas, o IsliFe 8.2», que «oferece uma maior eficácia do produto aliado a uma protecção ambiental reforçada». A nível de aquisições, a Sapec Agro Business «concluiu recentemente a aquisição de duas novas empresas» – a Idai Nature, com sede em Espanha, e a SDP, sediada em França –, «com o objectivo de melhorar o seu portefólio global e fortalecer a sua posição em mercados importantes», sendo que «o grupo continua disponível para novas aquisições que podem contribuir para aumentar o portfólio de produtos e soluções inovadoras para os seus clientes», explica o comunicado.

O comunicado indica ainda que, «focada na necessidade crescente de maximizar o rendimento e a qualidade das culturas, enquanto implementa os requisitos sanitários e ambientais cada vez mais exigentes», a empresa «propõe um novo modelo: Agricultura Equilibrada». Este novo modelo «oferece um programa integrado de gestão de culturas que inclui sinergicamente produtos agroquímicos de alta qualidade, adjuvantes, bioestimulantes de precisão, produtos nutricionais especializados e biopesticidas naturais, permitindo um uso equilibrado de soluções agrícolas que optimizam a produtividade das culturas, tendo sempre como prioridade o respeito pelo meio ambiente e a saúde humana».

Notícias relacionadas

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Governo aprova 37 projetos de regadio em Vila Real
Próximo SAPEC AGRO BUSINESS: Crescimento organico e novos produtos são fatores de rentabilidade. Perspetivas positivas com as novas aquisições do grupo.

Artigos relacionados

Comunicados

Dia Internacional da Terra 2021: 22 de abril

O Dia Internacional da Terra reconhece a importância do planeta e alerta todos os habitantes para a premência e a necessidade de preservar os recursos naturais do mundo. […]

Nacional

Mais de 100 pequenos proprietários podem perder acesso a água em Odemira devido à escassez

Associação de Beneficiários do Mira está a racionar a distribuição de água. Quem está fora do perímetro de rega pode deixar de ter acesso e os outros têm quota anual reduzida. Poços […]

Eventos

Portugal Fresh promove webinar sobre a Fuit Attraction 2020 – 17 junho

A Portugal Fresh – Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de Portugal realiza, no dia 17 de Junho, a partir das 10h30, na […]