São cada vez mais os que chegam a Odemira para trabalhar na agricultura

São cada vez mais os que chegam a Odemira para trabalhar na agricultura

Vêm sobretudo do Nepal, Índia, Bulgária e Tailândia. Autarcas e população mostram-se preocupados com este crescimento, empresas descartam alarmismos. O governo responde com uma resolução de Conselho de Ministros que está a gerar polémica.

Lei aqui a reportagem de Pedro Filipe Silva.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Anterior Smurfit Kappa apresenta nova gama de embalagem sustentável para bebidas
Próximo Candidaturas abertas para a Academia do Centro de Frutologia Compal

Artigos relacionados

Últimas

Espanha. Piores chuvas dos últimos 140 anos arruínam 300 mil hectares de cultivo

Chuvas torrenciais provocaram seis mortos, deixaram estradas e linhas ferroviárias intransitáveis e provocaram inundações nas regiões de Valência, Múrcia e Andaluzia. […]

Nacional

Alimentaria: Feira conta com 300 expositores estrangeiros

A 15,ª edição da Alimentaria&Horexpo (A&H) Lisboa 2019 está de regresso nos dias 24, 25 e 26 de Março. A edição deste ano vai contar com a presença de mais de 300 empresas estrangeiras, […]

Últimas

Governo dá descontos a estrangeiros no IRS (para pilotos, trabalhadores do turismo, construção e agricultura)

Finanças reveem lista de profissões com benefício fiscal. Consultores, arquitetos e psicólogos saltam fora
O Governo está a ultimar alterações ao regime de residentes não-habituais (RRNH), […]