Rui Amendoeira representa associação industrial angolana

Rui Amendoeira representa associação industrial angolana

O advogado luso-angolano Rui Amendoeira desenvolve a sua actividade profissional em ambos os países há quase 30 anos e por isso é conhecedor da realidade empresarial e económica de Angola e Portugal. Tem ampla experiência na assessoria ao sector petrolífero, área em que se tem especializado e em que a sua intervenção é reconhecida nacional e internacionalmente.

Com esta iniciativa, a AIA passa a ter uma presença mais efectiva junto do mercado português, dispondo de uma plataforma de contacto em Portugal junto das empresas e empresários portugueses que tenham relações económicas e financeiras naquele país e invistam ou pretendam investir no mercado angolano.

Esta representação visa igualmente apoiar as empresas e empresários angolanos que invistam e desenvolvam actividade no mercado português e que pretendam encontrar apoios institucionais, financeiros e outros que contribuam para o seu desenvolvimento.

Num momento em que existe um aprofundamento das relações empresariais e económicas entre Portugal e Angola, a AIA dá mais um passo no sentido de concretizar a sua missão de apoiar o empresariado angolano no investimento exterior, e promover o investimento estrangeiro em Angola.

No seu dinamismo a AIA lançou agora um Centro de Resolução de Conflitos em apoio ao sistema judicial para que contribua para um melhor Ambiente de Negócios, o que importa muito aos empresários portugueses e angolanos e desenvolvimento de Angola

A representação da AIA está sedeada em Lisboa, na Avenida Engenheiro Duarte Pacheco, Torre 1, 2º Piso, Sala 5 (Complexo Amoreiras).

Com esta iniciativa, a AIA passa a ter uma presença mais efectiva junto do mercado português

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em ECO - fundos comunitários.

Anterior La demanda se anima en el mercado de los corderos
Próximo Incêndio já queimou 40 hectares em parque natural da Galiza

Artigos relacionados

Últimas

Feira Nacional dos Frutos Secos espelha aliança entre tradição e inovação

A 34.ª Feira Nacional dos Frutos Secos vai ter lugar de 3 a 6 de outubro, na Praça 5 de Outubro e Praça dos Claras, […]

Últimas

Fungicidas com imazalil proibidos na pós-colheita em maçã, pêra e banana

Os fungicidas com a substância activa imazalil são utilizados principalmente na pós-colheita de citrinos. Mas também noutras culturas. A Comissão Europeia identificou usos que podem conduzir a risco para o consumidor e decidiu proibir a utilização de fitofármacos com aquela substância em tratamentos pós-colheita em maçã, […]

Notícias florestas

Queimas e Queimadas: Melhoria da plataforma

No âmbito de um processo de melhoria contínua e no sentido de ultrapassar alguns constrangimentos que têm vindo a ser sentidos pelos […]