Resultados da Companhia das Lezírias voltam a crescer em 2016

Resultados da Companhia das Lezírias voltam a crescer em 2016

Resultado Líquido cresce para 2 milhões e 111 mil euros em 2016, uma variação de +59% em relação a 2015, tendo o Resultado Operacional superado o orçamento em 52%;

Vendas superam a previsão em 12% atingindo 6 milhões e 613 mil euros (mais 16,6% que em 2015), registando o valor mais alto de sempre.

A Companhia das Lezírias, S.A. (CL), empresa do Grupo Parpública, obteve, em 2016, o seu melhor ano de resultados operacionais, tendo atingido os 2,708 milhões de euros, mais 63% face ao ano anterior, ano que já se havia alcançado o seu valor máximo. Para este resultado contribuiu um significativo crescimento das vendas que se deveu a um bom desempenho da área florestal, dos produtos pecuários e da produção de milho e arroz.

De salientar que o crescimento de vendas foi conseguido com um total controlo dos custos de exploração que praticamente se mantiveram inalterados, apresentando uma ligeira redução de 0,8% face a 2015.

Para o presidente do Conselho de Administração, António Pimentel Saraiva:

“Os resultados da CL superaram largamente as previsões do exercício e são reveladores do trabalho desenvolvido no sentido de se criar uma base sólida e sustentável que assegura o seu crescimento continuado.
O rigor e a disciplina na negociação dos preços de venda das produções contribuíram para um terço do crescimento das vendas, devido ao efeito de variação positiva verificado.
O resultado da gestão dos recursos florestais assim como as melhorias significativas nos resultados das áreas pecuária e agrícola, que registaram novos máximos, foram e têm sido as razões do desempenho cada vez mais positivo.”

Cumprindo com a missão de divulgação do seu papel e actividades, a CL voltou a receber mais de 13 mil visitantes e foi local de realização de mais de 30 estágios e mais de 30 trabalhos de natureza científica, que permitem conhecer melhor os recursos naturais geridos pela CL e os efeitos da sua gestão.

No que respeita à gestão da Coudelaria de Alter, a Unidade Clínica que se encontrava encerrada há muitos anos, foi activada com o forte envolvimento da Universidade de Évora e do Município de Alter. É um marco no processo de transformação em curso, que vem permitir que jovens médicos veterinários daquela Universidade adquiram experiência e desenvolvam investigação na área da equinicultura disponibilizando, em simultâneo, serviços veterinários às coudelarias do Alto Alentejo.

Sobre a Companhia das Lezírias:

A Companhia das Lezírias é a maior exploração agro-florestal do País, com uma área aproximada de 18.000 hectares, constituída por capitais 100% públicos. Com terrenos situados na Lezíria de Vila Franca de Xira (6.300 ha) e na charneca do Infantado (11.700 ha), detém uma importante área florestal da qual se destaca a maior mancha contínua de sobreiros de um só proprietário (6.730 ha). Tem como outras áreas de actividade, a produção de arroz, a criação e engorda de bovinos de carne, a produção de vinho e azeite, a produção de milho e outras culturas anuais, a criação de cavalos Puro-Sangue Lusitano. (www.cl.pt)
A Coudelaria de Alter, situada a escassos quilómetros da vila de Alter do Chão, é um dos berços do cavalo Puro-Sangue Lusitano, através da criação da linhagem Alter Real. É ali que são criados os cavalos montados em exclusivo pela Escola Portuguesa de Arte Equestre. Dedica-se também à criação de cavalos Puro-Sangue Lusitano e Árabe e da raça autóctone Sorraia, de ferro Coudelaria Nacional. (www.alterreal.pt)

Mais informações:
geral@lezirias.pt
tlf: 263650604

Comente este artigo
Anterior Présidentielle L’avenir agricole en commun de Jean-Luc Mélenchon
Próximo Clube de Produtores Continente compra 12 milhões de toneladas de produtos nacionais

Artigos relacionados

Nacional

“Foi dado o ‘pontapé de saída’ para a estratégia de Portugal no pós-2020”

[Fonte: Açoriano Oriental]
O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, destacou a importância do encontro extraordinário do Conselho Económico e Social (CES) que hoje decorreu para o lançamento de uma estratégia para Portugal no período pós-2020.

“Foi uma reunião muito boa. […]

Comunicados

Latest news – Next AGRI meetings: 27-28 February 2017 – Committee on Agriculture and Rural Development

The powers and responsibilities of our Committee include the following policy areas: the common agricultural policy (CAP), animal health and welfare, plant health, agricultural products quality, forestry and agroforestry.
In addition to its legislative work, our Committee monitors the implementation of the CAP, and other important issues such as food security. […]

Sugeridas

Sonae está a incentivar clube de produtores a apostar no biológico

[Fonte: Dinheiro Vivo – empresas]
A Sonae quer incentivar o clube de produtores agrícolas que trabalham com o grupo a apostar na produção de mais frutas e legumes biológicos, adianta Luís Filipe Reis, Chief Corporate Center Officer (CCCO) da Sonae, ao Dinheiro Vivo. […]