Resultados da Companhia das Lezírias voltam a crescer em 2016

Resultados da Companhia das Lezírias voltam a crescer em 2016

Resultado Líquido cresce para 2 milhões e 111 mil euros em 2016, uma variação de +59% em relação a 2015, tendo o Resultado Operacional superado o orçamento em 52%;

Vendas superam a previsão em 12% atingindo 6 milhões e 613 mil euros (mais 16,6% que em 2015), registando o valor mais alto de sempre.

A Companhia das Lezírias, S.A. (CL), empresa do Grupo Parpública, obteve, em 2016, o seu melhor ano de resultados operacionais, tendo atingido os 2,708 milhões de euros, mais 63% face ao ano anterior, ano que já se havia alcançado o seu valor máximo. Para este resultado contribuiu um significativo crescimento das vendas que se deveu a um bom desempenho da área florestal, dos produtos pecuários e da produção de milho e arroz.

De salientar que o crescimento de vendas foi conseguido com um total controlo dos custos de exploração que praticamente se mantiveram inalterados, apresentando uma ligeira redução de 0,8% face a 2015.

Para o presidente do Conselho de Administração, António Pimentel Saraiva:

“Os resultados da CL superaram largamente as previsões do exercício e são reveladores do trabalho desenvolvido no sentido de se criar uma base sólida e sustentável que assegura o seu crescimento continuado.
O rigor e a disciplina na negociação dos preços de venda das produções contribuíram para um terço do crescimento das vendas, devido ao efeito de variação positiva verificado.
O resultado da gestão dos recursos florestais assim como as melhorias significativas nos resultados das áreas pecuária e agrícola, que registaram novos máximos, foram e têm sido as razões do desempenho cada vez mais positivo.”

Cumprindo com a missão de divulgação do seu papel e actividades, a CL voltou a receber mais de 13 mil visitantes e foi local de realização de mais de 30 estágios e mais de 30 trabalhos de natureza científica, que permitem conhecer melhor os recursos naturais geridos pela CL e os efeitos da sua gestão.

No que respeita à gestão da Coudelaria de Alter, a Unidade Clínica que se encontrava encerrada há muitos anos, foi activada com o forte envolvimento da Universidade de Évora e do Município de Alter. É um marco no processo de transformação em curso, que vem permitir que jovens médicos veterinários daquela Universidade adquiram experiência e desenvolvam investigação na área da equinicultura disponibilizando, em simultâneo, serviços veterinários às coudelarias do Alto Alentejo.

Sobre a Companhia das Lezírias:

A Companhia das Lezírias é a maior exploração agro-florestal do País, com uma área aproximada de 18.000 hectares, constituída por capitais 100% públicos. Com terrenos situados na Lezíria de Vila Franca de Xira (6.300 ha) e na charneca do Infantado (11.700 ha), detém uma importante área florestal da qual se destaca a maior mancha contínua de sobreiros de um só proprietário (6.730 ha). Tem como outras áreas de actividade, a produção de arroz, a criação e engorda de bovinos de carne, a produção de vinho e azeite, a produção de milho e outras culturas anuais, a criação de cavalos Puro-Sangue Lusitano. (www.cl.pt)
A Coudelaria de Alter, situada a escassos quilómetros da vila de Alter do Chão, é um dos berços do cavalo Puro-Sangue Lusitano, através da criação da linhagem Alter Real. É ali que são criados os cavalos montados em exclusivo pela Escola Portuguesa de Arte Equestre. Dedica-se também à criação de cavalos Puro-Sangue Lusitano e Árabe e da raça autóctone Sorraia, de ferro Coudelaria Nacional. (www.alterreal.pt)

Mais informações:
geral@lezirias.pt
tlf: 263650604

Comente este artigo
Anterior Présidentielle L’avenir agricole en commun de Jean-Luc Mélenchon
Próximo Clube de Produtores Continente compra 12 milhões de toneladas de produtos nacionais

Artigos relacionados

Comunicados

www.syngenta.pt – Syngenta renova website

Já está online o novo website da Syngenta! Mais dinâmico e interativo, permite uma navegação intuitiva e melhor acesso a toda a informação sobre a atividade e novidades da Syngenta em Portugal.
A nova plataforma foi redesenhada na íntegra, de modo a constituir o cartão de visita da Syngenta em Portugal. […]

Comunicados

Nota de Esclarecimento: Formação de Jovens Agricultores

[Fonte: AG PDR2020]
1. Enquadramento legal
De acordo com a alínea e) do artigo 8.º do regime de aplicação da acção 3.1 “Jovens Agricultores”, constitui uma obrigação dos beneficiários, possuir formação adequada ou, caso não a possua, adquirir formação de acordo com o previsto no n.º […]

Sugeridas

Oferta de Emprego – Responsável de Produção – TIAGO CABAÇO WINERY – Alentejo

Tiago Cabaço Winery pretende recrutar para a sua/ adega (Estremoz -Alentejo) um responsável de produção(m/f).