Queijinhos do Céu e Mel Milflores de Constância nas 7 Maravilhas® Doces 2019

Queijinhos do Céu e Mel Milflores de Constância nas 7 Maravilhas® Doces 2019

É com enorme satisfação que o Município de Constância anuncia que apresentou candidatura às 7 Maravilhas® Doces 2019.

Depois de eleitas as 7 Maravilhas à Mesa® em 2018, que privilegiou gastronomia, vinhos, azeites e roteiros, chegou a vez de adoçar a boca aos portugueses e eleger os melhores Doces de Portugal.

A candidatura submetida pelo Município de Constância leva a concurso os Queijinhos do Céu na categoria Doce de Território, com apoio da produtora Maria de Lurdes Mendes, e o Mel com Amêndoas enquanto Doce de Fruta e Mel, com o apoio do produtor Mel Mil Flores.

As candidaturas às 7 Maravilhas Doces de Portugal® terminaram no dia 17 de março, à meia noite, e alcançaram a maior participação de sempre numa eleição 7 Maravilhas, com 907 doces inscritos nas 7 categorias a concurso.

As 907 candidaturas vão ser agora avaliadas e validadas pelo Conselho Científico e a lista será revelada brevemente. Após validadas todas as candidaturas, um Painel de Especialistas vota para escolher 21 doces de cada distrito ou região autónoma, organizados pelas 7 categorias, sendo 3 de cada categoria, num total nacional que pode atingir os 420 doces.

Depois de fixada a lista de 21 doces por cada distrito ou região autónoma, o Painel de Especialistas faz nova votação para reduzir a lista a 7 doces por distrito ou região autónoma, chegando à lista final de 140 doces que serão posteriormente apresentados para votação pelo público.

Vamos eleger os melhores doces de Portugal!

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Anterior Caminhada pela floresta comemora Dia da Árvore em Aljustrel
Próximo Incêndio florestal faz um morto em Oliveira de Azeméis. PJ investiga

Artigos relacionados

Sugeridas

Plano Nacional de Gestão Integrada de Fogos Rurais. Consulta pública chega ao fim

A discussão pública do Plano Nacional de Gestão Integrada de Fogos Rurais termina amanhã, 5 de Fevereiro, e reúne oportunidades de melhoria para um Portugal livre de incêndios rurais graves, […]

Nacional

Macedo de Cavaleiros aposta em luta biológica para combater o cancro do castanheiro

Macedo de Cavaleiros vai combater o cancro do castanheiro (Cryphonectria parasítica), na zona mais fria do concelho, numa “luta biológica” que utiliza um produto produzido por investigadores do Instituto Politécnico de Bragança (IPB). […]

Últimas

Vila Pouca de Aguiar: Investimento de 1 milhão de Euros em projeto de agricultura ‘em modo de espera’


Rui Barrela é um aguiarense que em parceria com mais dois jovens tem previsto investir cerca de 1 Milhão de Euros numa produção de morangos no vale de Aguiar. […]