PS defende uma floresta não autóctone e quer pagar o sequestro de carbono

PS defende uma floresta não autóctone e quer pagar o sequestro de carbono

[Fonte: Expresso]

Quem plantar floresta vai poder ser pago pelo sequestro do carbono, mas o Partido Socialista quer espécies de árvores diferentes das tradicionais, mais adaptáveis às alterações do clima

A fragilidade da exposição de Portugal às alterações climáticas impõe, segundo o Partido Socialista, a introdução de espécies florestais não autóctones, mais adaptadas à nova realidade dos fenómenos extremos.

No seu programa eleitoral, o PS quer, por isso, aumentar a área florestal bem como a sua reconversão para espécies mais adaptadas ao território, tendo em vista a resiliência aos riscos, nomeadamente aos incêndios.

Os responsáveis do Partido Socialista consideram ainda determinante a criação de incentivos económicos para projetos de sumidouro florestal e outras atividades no domínio silvícola e agro-florestal que promovam o sequestro de carbono.

Mas não é tudo, pois o PS quer ainda priorizar e majorar o apoio à instalação, à gestão e à promoção da regeneração natural de áreas florestais com espécies de crescimento lento, de modo a assegurar uma acumulação duradoura de carbono atmosférico.

A introdução de espécies florestais não autóctones, mais adaptadas às novas condições climáticas, nas regiões do país mais expostas à desertificação física, visa assegurar a acumulação de carbono atmosférico, o revestimento do solo e o reequilíbrio dos círculos hidrológicos nessas regiões.

Comente este artigo

O artigo PS defende uma floresta não autóctone e quer pagar o sequestro de carbono foi publicado originalmente em Expresso.

Anterior Governo cria linha de crédito de 1 milhão de euros para agricultores de Mogadouro afetados pelo granizo
Próximo Incêndios. População de Vergão em Proença-a-Nova está assustada e preparada para o pior

Artigos relacionados

Nacional

Cancelada a Jornada de Campo – Parceria Portuguesa para o Solo (PPS) – Quinta da Cholda

Em virtude das condições climatéricas verificadas, dos níveis de água na Reserva Natural do Paul do Boquilobo e das previsões para os próximos dias, informamos que a Jornada de Campo da Parceria Portuguesa para o Solo (PPS), prevista para o próximo dia 16/03/2018 na Quinta da Cholda na Azinhaga e no Paul do Boquilobo, […]

Nacional

Gazeta Rural – N.º 334 – 28 de Fevereiro de 2019

[Fonte: Gazeta Rural]

Facebook
Twitter
Google+
Pinterest
WhatsApp

Edição PDF
Calameo

Facebook
Twitter
Google+
Pinterest
WhatsApp

Artigo anteriorMontalegre | Operação “Floresta Segura 2019”

Comente este artigo
#wpdevar_comment_5 span,#wpdevar_comment_5 iframe{width:100% !important;}O artigo Gazeta Rural – N.º 334 – 28 de Fevereiro de 2019 foi publicado originalmente em Gazeta Rural. […]

Últimas

Gisele Bündchen responde a ministra de Bolsonaro: “Mau brasileiro é quem está a desflorestar a Amazónia”

[Fonte: Rádio Renascença]

Esta quinta-feira tornou-se pública a carta que Gisele Bündchen enviou à ministra da Agricultura de Bolsonaro. Segundo Tereza Cristina, recorde-se, a modelo “é uma má brasileira”, pois, enquanto embaixadora da ONU para o Meio Ambiente, não deveria criticar as más práticas ambientais do seu país, […]