Proposta do PS: Vamos ter hortas no topo dos edifícios

Proposta do PS: Vamos ter hortas no topo dos edifícios

Cidades mais inteligentes e sustentáveis exigem corredores ecológicos, hortas nos telhados dos prédios e paredes cobertas de verdura, segundo o programa eleitoral do Partido Socialista

O Partido Socialista quer dinamizar a agricultura urbana com a utilização das coberturas dos edifícios das cidades para a produção de produtos hortícolas, promovendo a biodiversidade e a produção de energia renovável.

No âmbito de uma política pública para as cidades inteligentes e sustentáveis o PS propõe, no seu programa eleitoral, desenvolver e reforçar as redes de corredores ecológicos nas cidades, promovendo a infiltração de água no solo, em combinação com sistemas de hortas urbanas, bem como fachadas e coberturas verdes.

Por outro lado, e para potenciar o nexo cidade-campo, o PS propõe, designadamente através da disseminação de redes locais de produção e consumo de hortícolas, o desenvolvimento dos índices de sustentabilidade para as cidades, considerando a pegada ecológica e a biocapacidade.

Continue a ler este artigo no Expresso.

Comente este artigo
Anterior Costa diz que autarcas são os "primeiros responsáveis pela proteção civil"
Próximo Costa: é tempo de deixar os profissionais trabalharem e “no final falaremos”

Artigos relacionados

Últimas

ESA é foguetão propulsor de startups no Norte

Um incentivo de 50 mil euros foi o suficiente para que duas startups do norte transformassem ideias de negócio, com base em tecnologia espacial, […]

Nacional

Agrocluster lança iniciativa para premiar as melhores estratégias digitais das empresas do setor agroalimentar

O Agrocluster, no âmbito do projeto E-Agro Innovation, encontra-se a promover uma iniciativa que irá premiar e distinguir o que de melhor se faz em Portugal no que respeita à […]

Últimas

13.500 bombeiros voluntários receberam formação em fogos florestais em cinco anos


Cerca de 13.500 bombeiros voluntários receberam formação na área de fogos florestais nos últimos cinco anos, revelou hoje à […]