Produtores de Pera Rocha querem chegar  aos 100 milhões de euros de exportações em 2019

Produtores de Pera Rocha querem chegar  aos 100 milhões de euros de exportações em 2019

A ANP – Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha vai marcar presença na Semana Verde de Berlim, entre 19 e 28 de janeiro. Esta é uma das mais importantes feiras internacionais dedicadas à alimentação e agricultura e junta, todos os anos, mais de 1600 empresas e organizações de todo o mundo.

A presença em Berlim pretende divulgar a Pera Rocha junto dos consumidores alemães e insere-se no Projeto de Promoção Global da Pera Rocha nos Mercados Externos, desenhado pela ANP para reforçar as exportações em cinco mercados considerados estratégicos (Alemanha, França, Reino Unido, Brasil e Espanha). O objetivo é valorizar este fruto português, aumentando a sua visibilidade fora do país.

Entre janeiro e novembro de 2017 as exportações de Pera Rocha ultrapassaram os 82,4 milhões de euros, um aumento de 19% em comparação com 2016. Com as ações de promoção e divulgação previstas, a ANP espera alcançar os 100 milhões de euros de exportações em 2019, o que equivale a um crescimento de 21% face ao valor atual das vendas internacionais deste fruto, único no mundo e apenas produzido em Portugal.

Brasil, Reino Unido, França, Alemanha e Marrocos são, por esta ordem, os principais destinos da Pera Rocha e absorveram 81% do valor das exportações entre janeiro e novembro de 2017. O mercado alemão em particular registou um crescimento de 90%, atingindo perto de 8,2 milhões de euros em exportações no mesmo período.

O Projeto de Promoção Global da Pera Rocha nos Mercados Externos da ANP é cofinanciado pelo Compete 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização. Prevê um investimento global de 430.902 euros, financiado em 85% pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e inclui a realização de ações de promoção e comunicação.

Comente este artigo
Anterior CONFAGRI promove segurança dos agricultores - 18 de Janeiro 2018- S. João da Pesqueira
Próximo Curso de iniciação ao QGIS - 3 vagas - Palhais

Artigos relacionados

Internacional

Expertos desgranan la futura PAC: Menos ayudas, nuevos condicionantes y muchas dudas

[Fonte: Agroinformacion – PAC]
Expertos han analizado este viernes 18 en Madrid los retos que se abren para los agricultores de cara a la reforma de la Política Agraria Común (PAC) post 2020, que no será de aplicación al menos hasta 2022, […]

Nacional

Projeto Tejo: quem vai beneficiar?

[Fonte: Vida Rural]

O “Projeto Tejo – Aproveitamento Hidráulico de Fins Múltiplos do Tejo e Oeste” foi apresentado em fevereiro. Manuel Campilho explica que benefícios são esperados com a iniciativa que pretende ser uma referência ambiental.

Comente este artigo
O artigo Projeto Tejo: quem vai beneficiar? […]

Sugeridas

Campus Syngenta reúne pontos de venda na Figueira da Foz

A Syngenta realizou, a 7 e 8 de Março, na Figueira da Foz, uma reunião formativa com as equipas dos seus pontos de venda das regiões Oeste, Beira Litoral, Beira Interior e Minho para apresentar novas tecnologias de proteção das plantas, entre as quais os dois novos anti-míldio: AMPEXIO®, […]